Em final brasileira, Hugo Calderano garante o título da Copa Pan-Americana - EsporteNaRede

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Em final brasileira, Hugo Calderano garante o título da Copa Pan-Americana

Decisão contra Gustavo Tsuboi foi equilibrada e emocionante. Bruna Takahashi garantiu o bronze no feminino.

Hugo Calderano vibra na Copa Pan-Americana.
Colaboração de texto: Claudia Mendes/Marcio Menezes/CBMT
Colaboração de foto: ULTM.
  
Os amantes do tênis de mesa do Brasil foram brindados com um grande espetáculo neste domingo (17). Gustavo Tsuboi e Hugo Calderano fizeram uma ótima partida, na final da Copa Pan-Americana, em Assunção, no Paraguai. No final, melhor para Calderano, que venceu por 4 a 2 (11/9, 8/11, 10/12, 11/6, 11/7 e 15/13), conquistando o título. Os dois brasileiros estão classificados para a Copa do Mundo, em Paris, no mês de outubro.

Em uma partida onde os dois adversários se conhecem tão bem e treinam juntos em diversas ocasiões, o equilíbrio era previsível. Foi o que aconteceu desde o primeiro set, de um jogo com ralis emocionantes, onde cada detalhe era decisivo.

No primeiro set, estes detalhes favoreceram Calderano, que encaixou uma sequência de quatro pontos, abrindo 8 a 4 e administrando até o fim. No segundo, o jogo virou, com Tsuboi ousado e confirmando a maioria dos serviços, panorama que permaneceu no terceiro set. Calderano voltou a ter o domínio na quarta e na quinta parcial.

O grande momento do jogo veio exatamente no sexto set, decisivo. Um jogo de extremo equilíbrio. Tsuboi evitou dois match points. Passou na frente do marcador e chegou a ter um set point. Calderano evitou, virou e acabou fechando em 15/13.

“Foi uma partida incrível! O Gustavo jogou muito bem e estou muito contente em ganhar este título. Jogamos em um nível bem alto. Depois das férias, tenho que pensar no Aberto da Coreia, no Aberto da Austrália e na Copa do Mundo, que também é importante. Obrigado pelo apoio de todos, é sempre muito bom jogar na América Latina”, disse o campeão, após a partida decisiva.

“Jogar com um colega de equipe é sempre muito difícil, pois treinamos juntos e sabemos as jogadas um do outro. Esta final com dois brasileiros é muito positiva, pois mostramos que estamos fazendo um bom trabalho e representando bem o nosso país”, analisou Tsuboi. 

Bronze no feminino

A competição feminina teve mais uma medalha brasileira. Bruna Takahashi derrotou a mexicana Yadira Silva por 4 a 1 (17/15, 11/6, 11/2, 9/11 e 11/9), na disputa da medalha de bronze. Determinada desde o início, Bruna dominou o jogo. Teve certa dificuldade no primeiro set, mas depois deslanchou na partida e garantiu o terceiro lugar.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad