Thiago conquista bronze de duplas do Aberto da Nigéria - EsporteNaRede

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Thiago conquista bronze de duplas do Aberto da Nigéria

Parceria do brasileiro com atleta argentino foi eliminada na semifinal do torneio, garantindo a terceira colocação no torneio de duplas do Aberto da Nigéria, em Lagos.

Thiago Monteiro foi medalhista na Nigéria.
Colaboração de texto: Claudia Mendes/Marcio Menezes/CBMT
Colaboração de foto: Abelardo Mendes Jr./Ministério do Esporte

O mesa-tenista cearense Thiago Monteiro conseguiu um grande resultado neste sábado (11). Ao lado do argentino Horacio Cifuentes, ele conquistou a medalha de bronze na competição nível Challenge do Circuito Mundial. Na semifinal, a dupla sul-americana perdeu para a parceria formada pelo húngaro Tamas Lakatos e o finlandês Benedek Olah, por 3 a 0 (11/8, 11/4, 12/10).

Monteiro e Cifuentes estrearam no torneio de duplas nas oitavas de final, no início da manhã, vencendo a dupla nigeriana Akinwale Fagmabila e Amadi Omeh, por 3 a 0 (11/6, 11/5 e 11/4). Pouco depois, pelas quartas de final, outra dupla nigeriana pela frente: Olajide Omotayo e Segun Toriola, batidos também por 3 a 0 (12/10, 11/7 e 14/12).

Esta foi a primeira competição do brasileiro após o retorno das férias, já que atua na Europa. Além disso, Monteiro revelou ter aproveitado o tempo para tratar de um problema no joelho. “Era o primeiro torneio desde os Jogos Sul-Americanos, na Bolívia. Neste tempo, tratei de uma tendinite no joelho. Fiquei satisfeito com meus treinos, mas jogo é diferente. Eu sou um jogador que preciso de mais ritmo. Vim com a mentalidade mais de preparação”, ressaltou.

A medalha de bronze parece ter sido realmente uma surpresa positiva para o brasileiro. Ele não tem jogado muitas partidas de duplas nos últimos tempos, mas acabou subindo ao pódio, quando sua intenção era apenas evoluir após o período de treinos. “Uma das razões de ter jogado duplas foi para pegar ritmo de jogo. Foi a primeira vez que jogamos juntos e tudo ocorreu dentro do esperado, nos damos bem também fora da mesa e isso facilita. Não descarto podermos atuar juntos novamente no futuro”, diz o cearense, sobre a parceria com Cifuentes.

Monteiro, com 37 anos, está em 108º lugar no ranking mundial. No torneio individual, ele se despediu na sexta, superado na fase de 32 pelo nigeriano Azeez Olugbenga Jamiu, número 518 do mundo, por 4 a 2 (9/11, 3/11, 11/5, 3/11, 11/3 e 8/11). Após o desafio na África, ele segue para a cidade de Panagyurishte, onde disputa o Aberto da Bulgária, a partir da próxima terça-feira, ao lado de outros seis brasileiros. Na semana seguinte, o cearense vai participar do Aberto da República Tcheca, em Olomouc.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad