Bia Bulcão fica perto da chave principal no Grand Prix de Esgrima - EsporteNaRede

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Bia Bulcão fica perto da chave principal no Grand Prix de Esgrima

A paulista foi a melhor brasileira no torneio, em Xangai, passando da pule e chegando na última fase eliminatória da competição.

A paulista foi a melhor brasileira no torneio, em Xangai.
Colaboração de texto: Claudia Mendes/Nelson Ayres Fato&Ação Comunicação
Colaboração de foto: Augusto Bizzi/FIE.

A esgrimista brasileira Bia Bulcão ficou muito próxima da classificação para a chave principal, entre os 64 melhores, na etapa do Grand Prix de Esgrima, em Xangai, na China. Nesta madrugada, a paulista mostrou bom desempenho, passou da fase de grupos e chegou a vencer a primeira eliminatória, mas acabou caindo no confronto que decidia a vaga na chave principal.

Bia terminou o torneio em 90° lugar e foi a melhor brasileira no torneio. Apesar de ter caído em uma pule muito difícil, com algumas medalhistas em Mundiais e Copas do Mundo, casos da italiana Erica Cipressa e da húngara Aida Mohamed, Bia conseguiu uma das vagas, vencendo além da húngara, a francesa Maeva Rancurel e a chinesa Huang Qianqian.

Na partida em que perdeu para a chilena Katina Proestakis, Bia acabou sofrendo uma contusão no ombro, que a atrapalhou no restante da competição. “Peguei uma pule bem mais difícil que na Copa do Mundo. Consegui ganhar da húngara e da francesa, que já foi medalhista do Mundial Juvenil. Infelizmente, nos dois últimos combates, contra a francesa e a italiana, a dor me incomodou muito. Mas tive tempo de recuperar antes da fase eliminatória”, relembra Bia.

Bia Bulcão após o combate.
Classificada em terceiro na pule 12, o desafio seguinte, eliminatório, foi diante da ucraniana Kateryna Chentsova, com a brasileira vencendo por 15 a 12. O confronto que decidiu a vaga na fase de 64, na chave principal, foi com a chinesa Gong Yu. Equilibrado até quase o final, Bia perdia por 9 a 7, quando uma decisão da arbitragem, a 40 segundos do fim, fez com que ela precisasse atacar de forma desordenada e acabou perdendo por 15 a 8.

“Mudei a estratégia em relação a competição anterior e fiz um jogo de muita paciência. Cheguei a estar bem na frente da ucraniana e consegui vencer, superando algo que eu não estava conseguindo. As adversárias das eliminatórias eram bem altas e isso dificulta um pouco, pois elas usam a altura e não atacam muito. O jogo contra a chinesa foi super apertado. No primeiro tempo, eu estava vencendo por 5 a 2, ela virou para 7 a 5. Depois dessa decisão da arbitragem, tive que me atirar em busca do prejuízo e era um jogo que não permitia isso. Mas foi boa a participação, pois senti uma melhora muito grande”, comemora a brasileira.

Bia retorna ao Brasil na próxima semana. No dia 2, participa de mais uma etapa do Torneio Nacional de Esgrima, em Porto Alegre, onde pode selar definitivamente a classificação para participar do torneio individual nos Jogos Pan-Americanos de Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad