Calderano é campeão da Copa Pan-Americana - EsporteNaRede

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Calderano é campeão da Copa Pan-Americana

Brasileiro disputou dez torneios Pan-Americanos e Latinos-Americanos desde 2014, vencendo o nono título internacional nas Américas.

Hugo Calderano conquistou mais um título da Copa Pan-Americana.


Fonte: Fato&Ação Comunicação
Foto: ITTF

O mesa-tenista Hugo Calderano confirmou neste domingo (3) o favoritismo na Copa Pan-Americana, em Guaynabo, Porto Rico, e conquistou o título do torneio. Ele derrotou na final o norte-americano Kanak Jha, por 4 a 1 (11/2, 12/14, 11/3, 11/8 e 12/10), garantindo o nono troféu em dez disputas de Copas e Campeonatos Latino-Americanos e Pan-Americanos desde 2014.

Cabeça de chave número 1, Calderano era a grande atração do torneio masculino. E ele não decepcionou. Entrou no jogo como um rolo compressor, disposto a não facilitar e ser surpreendido. O primeiro set foi um exemplo disso. O brasileiro chegou a abrir 10 a 1 no placar, fechando em 11 a 2. Na segunda parcial, Jha reagiu e conseguiu fechar em 14 a 12. Novamente, Calderano impôes seu melhor jogo no terceiro set, vencendo novamente por larga vantagem, de 11 a 3.

Na terceira parcial, Calderano continuou dominando as ações, vencendo por 11 a 8. No set decisivo, Kanak Jha começou muito bem e chegou a estar vencendo por 10 a 7. Então, o número 6 do mundo resolveu fechar a Copa Pan-Americana com um show de tênis de mesa: fez cinco pontos consecutivos, virando para 12 a 10 e garantindo o título.

“É um sentimento muito bacana, ganhar um título como este, com jogadores deste nível. Significa muito para mim, principalmente por estar jogando na América Latina. Estou muito satisfeito em ver tanta gente vendo tênis de mesa e torcendo por nós”, disse o campeão, em referência ao ginásio com grande presença de público.

Tsuboi é bronze

Vice-campeão em 2018, Gustavo Tsuboi ficou em terceiro lugar na disputa deste ano. Depois de perder a semifinal para Kanak Jha, ele fez uma grande partida e derrotou o paraguaio Marcelo Aguirre na decisão do bronze, por 4 a 1 (11/6, 11/6, 3/11, 11/3 e 11/5).

Já a brasileira Bruna Takahashi ficou em quarto no torneio feminino. Ela perdeu a decisão de terceiro lugar para a norte-americana Yue Wu, por 4 a 2 (8/11, 11/6, 11/9, 5/11, 6/11 e 10/12).

 A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad