Jogos da dupla BaVi no Baiano de 2011 em que Bahia de Feira foi campeão - EsporteNaRede

Últimas

segunda-feira, 13 de abril de 2020

Jogos da dupla BaVi no Baiano de 2011 em que Bahia de Feira foi campeão

Com os jogos do Bahia e Vitória no Campeonato Baiano de 2011, vamos dar o início a um resgate dos arquivos do EsporteNaRede, para ajudar a acelerar seu tempo enquanto não termina o isolamento causado pelo Coronavirus.

Confira os jogos da dupla BaVi no Baiano de 2011.
Por: Miguel Brusell
Fotos: Gabriela Simões

Bastante disputado e cheio de alternativas, Baiano de 2011 teve muita emoção, rivalidade e acabou com o Bahia de Feira campeão, dentro do Estádio Manoel Barradas. Os destaques do campeonato foram Nikão e Geovane, pelo Vitória. Tressor Moreno, Ramon e Rafael Gladiador pelo Bahia. O vaqueiro Alisson, que ia para os treino do Bahia de Feira a cavalo, João Neto que marcou o gol do título do time de Feria de Santana e o técnico Arnaldo Lira que levou o Bahia de Feira ao título de campeão baiano.

A primeira partida do Campeonato Baiano 2011, em Salvador, foi entre o Vitória e o Colo-Colo, no Estádio Manoel Barradas. O time ilheense, até então, comandado por Quintino Barbosa, surpreendeu o favorito Vitória, dentro de casa, e venceu com um gol de Alex. Ao final da partida, Inho Baiano, do Bahia de Feira, pediu pé no chão. Viáfara, na época ainda ídolo rubro negro, inocentou a garotada da base. Barbosinha, na comemoração do resultado, pediu demissão do cargo de técnico através do EsporteNaRede.


Em 2011, O Bahia mandava seus jogos em Pituaçu.
Depois de estrear fora de casa, com derrota para o Serrano por 2 a 1, o Bahia fez a sua primeira partida em Salvador, contra o Feirense e venceu por 2 a 0, com gols de Camacho e Ávine, mas não convenceu a torcida. O experiente zagueiro Nem explicou o resultado contra o Feirense. O novo camisa 10 do Bahia, Zezinho assistiu ao jogo e pediu paciência para a torcida.

A segunda partida do Vitória foi contra o Vitória da Conquista e o Rubro Negro da Capital venceu por 2 a 0, com o capitão Alison marcando o seu primeiro pelo Vitória. O segundo gol foi de Júnior Timbó.

A torcida do Bahia até que viu o gol de Rafael Gladiador, na preliminar de juniores em que o Bahia empatou com o Fluminense de Feira, mas saiu pirada do Pituáçu depois de ver a segunda derrota do time principal no Baiano, desta vez, para o Fluminense de Feira. Por 2 a 1. O Bahia saiu na frente com gol de Camacho. O Flu de Feira conseguiu a virada com Sérgio e Douglas. Ao final da partida, o goleiro Tiago, o zagueiro Titi e Douglas comentaram o resultado.

No mês de fevereiro aconteceu o primeiro BaVi do ano.
O mês de fevereiro começou com a expectativa do primeiro BaVi do ano. Mas, antes do BaVi, o Bahia ainda jogou contra o Ipitanga e venceu por 3 a 0, com Tressor marcando o seu primeiro e único gol pelo Bahia. Quando ainda estava 0 a 0, o Bahia teve um pênalti a seu favor sofrido por Tressor Moreno, Rafael Gladiador desperdiçou a oportunidade. O Bahia venceu com gols de Ramon, Bruno Paulo e Tressor Moreno.

Nos treinos para o BaVi, o “Caveirão” Souza prometeu muito empenho para vencer o clássico. Já no Barradão, antes de iniciar a partida, o cantor Tatau apresentou o novo reforço do Vitória, o meia Geovane. O Vitória venceu por 3 a 0 gols com gols de Neto Baiano, Elksson e Rildo. No primeiro gol do Vitória, Neto Baiano comemorou simulando uma pescaria na frente da torcida do Bahia e não aconteceu nada, o BaVi acabou normalmente.

Omar fez a sua estreia pelo Bahia em 2011.
Passada a emoção do Bavi, o Bahia enfrentou e venceu o Camaçari. Os gols foram de Souza e Maranhão. Na rodada seguinte, o Vitória venceu o Atlético de Alagoinhas por 3 a 1. Os gols foram de Neto Baiano, Pantera, Viáfara e Uelinton. Antes de abrir o placar, o Vitória teve um gol de Esdras mal anulado pela arbitragem.

O primeiro gol da partida foi de Viáfara em cobrança de pênalti. Em seguida, Neto Baiano perdeu dois gols de cara. O Atlético empatou com Maurício Pantera. O Vitória marcou o segundo com Uelinton em bela cobrança de falta. Antes do Vitória marcar o terceiro, Rildo deu o velho mergulho e achou um pênalti. Viáfara foi para a cobrança e perdeu. No terceiro gol do Vitória, Neto Baiano recebeu um presentão do zagueiro Naldo.

No segundo BaVi do ano, em Pituaçu, deu Bahia com gols de Ávine e Marcone, 2 a 0. O Vitória começou pressionando muito e terminou reclamando muito da arbitragem. Ainda no primeiro tempo, o Vitória pediu pênalti de Ramon. O primeiro gol do Bahia foi de Marcone. No segundo tempo, Uelinton deu uma cabeçada em Jones Carioca e foi expulso.

O Pérola Negra, Emídio Pinto acompanhou BaVi de Perto.
O segundo gol do Bahia do foi de Pênalti, Leo Fortunato derrubou Marcone na área. Para marcar, Ávine teve que cobrar duas vezes. Na primeira, tirou onda, Viáfara defendeu, mas o juiz mandou voltar alegando que o goleiro se adiantou antes da cobrança. Na segunda bateu sério, no ângulo. No final a torcida do Bahia gritou olé, Neto Baiano perdeu a cabeça, acertou Ávine, foi expulso e tentou levar um com ele. A diretoria do Vitória reclamou muito da arbitragem.

Após o tropeço no clássico, o Vitória venceu o Bahia de Feira por 2 a 0. Antes de abrir o placar, o Vitória perdeu um pênalti com o goleiro Viafara. Mas, não fez falta, teve mais dois a seu favor e Geovane converteu os dois. O mês de março começou com uma entrevista do lateral esquerdo Ávine, que tinha tido grande atuação no BaVi.

Neto Baiano marcou no BaVi.
O Vitória venceu a Juazeirense em uma partida emocionante que acabou 4 a 2. A Juazeirense começou na frente mas o Vitória virou rapidinho. Nicão marcou o primeiro. Na saída de bola, Nino Paraíba fez o gol da virada. No segundo tempo, Nicão marcou mais um. Gustavo diminuiu para a Juazeirense. E Geovane deu números finais ao placar.

O Bahia enfrentou o Serrano vencendo, também, por 1 a 0 com gol de Rafael Gladiador após uma bela assistência de Tressor Moreno. Em seguida, foi a vez do Vitória vencer o Serrano por 2 a 1. O Serrano abriu o marcador com um gol de Rubens em cobrança de pênalti, sofrido por ele mesmo. O Vitória empatou com Nicão em bela jogada. Segundo gol do Vitória foi de Uellinton.

Na rodada seguinte, mais um gol de Rafael e o Bahia venceu o Atlético de Alagoinhas, também por 1 a 0. Contra o Bahia de Feira, o Bahia da capital venceu e os goleadores foram Dodo, Jones e Robert e o Bahia venceu por 3 a 0.

No mês de abril, o Vitória venceu o Feirense por 4 a 1. O primeiro gol foi de Geovane, em bela cobrança de falta. O segundo foi de Mineiro. O Feirense reagiu com um gol de Capone. De pênalti, Nicão fez o terceiro. E Nicão, também, fez o quarto. Um golaço.

O Bahia venceu o Vitória da Conquista por 4 a 0. O primeiro gol foi de Maurício. O segundo de Souza após bela tabela com Camacho. No terceiro gol, Bruno Paulo deixou Souza de cara. O quarto gol foi de Rafael Gladiador.

O Barradão recebeu um bom público pra o BaVi.
No primeiro BaVi da semifinais deu Vitória 1 a 0 com gol de Geovane cobrando falta. No jogo de volta o Bahia venceu por 3 a 2 e o Vitória foi para a final contra o Bahia de Feira, porque jogava por dois resultados iguais, devido a melhor campanha no Campeonato. O primeiro gol da partida foi de Marcone. O vitória empatou com um pênalti de Dani Moraes em Nino Paraíba. Geovane foi para cobrança e empatou a partida. O Vitória empatou, de novo, com Neto Baiano. O Bahia fez o gol do Triunfo em uma cobrança de pênalti sofrido por Maurício. Souza foi para cobrança e marcou.

E o Vitória foi para a final contra o Bahia de Feira. O primeiro gol da partida foi do Vitória, de Geovane, em uma bela cobrança de falta. O Bahia de Feira chegou ao empate no final do primeiro tempo, após uma cobrança de escanteio, Alisson marcou. A virada aconteceu no segundo tempo com gol de João Neto, um frango do goleiro Viáfara por debaixo das pernas. Bahia de Feira Campeão de 2011.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad