Mundial de Street tem dobradinha brasileira com Rosa campeã e Leal em 2º - EsporteNaRede

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Mundial de Street tem dobradinha brasileira com Rosa campeã e Leal em 2º

Mais um domingo histórico para o skate brasileiro com dobradinha no pódio do World Skate Street League Skateboarding World Championship, com Pamela Rosa campeã e Rayssa Leal em 2º lugar.

Pamela Rosa foi campeã, com Rayssa Leal em 2º lugar.
Fonte e foto: Rafael Miramoto/CBSK

Pamela Rosa se sagrou campeã mundial na competição mais importante da primeira janela da corrida olímpica para Tóquio 2020. Rayssa Leal ficou com a segunda posição em uma final no Parque do Anhembi, em São Paulo, que ainda teve Gabriela Mazetto como a sexta melhor do mundo. Na final masculina, Kelvin Hoefler ficou muito perto do pódio, finalizando na quarta posição.

Assim como já havia acontecido no sábado, o público presente empurrou as brasileiras em cada uma das duas voltas de 45 segundos e nas cinco tentativas de manobra que compõem a bateria. A pontuação final de cada skatista é formada pelas quatro melhores notas desse total de sete apresentações. A dupla do Brasil disputou a liderança até a última tentativa.

Rayssa Leal, que fechou a sequência, não acertou a manobra, mas levantou correndo para comemorar com Pamela Rosa a dupla conquista do skate brasileiro. "Estou muito feliz. Consegui o título tão esperado aqui no Brasil, em São Paulo. Essa torcida maravilhosa. Só tenho a agradecer a todos pelo carinho", comemora a campeã Pamela Rosa.

"Foi muito importante pra mim. Foi minha primeira final (de Street League). Estava muito empolgada, muito focada. A torcida brasileira sempre dá uma energia melhor. Só tenho a agradecer a todos", completa Gabriela Mazeto. No feminino, a japonesa Aori Nishimura fechou o pódio, na terceira posição.

No masculino, em uma final acirrada, menos de um ponto de diferença separou o primeiro colocado, o norte-americano Nyjah Houston (36.9 pontos), do quarto, Kelvin Hoefler (36). Empurrado pela torcida, o brasileiro se manteve na briga pelas primeiras posições até a quinta e última tentativa de manobra. O japonês Yuto Horigome (36.6) e o português Gustavo Ribeiro (36.2), na segunda e na terceira colocação, completaram o pódio.

Brasil nos Jogos de Tóquio 2020

Pelos critérios estabelecidos para as Olimpíadas, o Brasil poderá contar com até 12 atletas no total em Tóquio - três no Park Feminino, três no Park Masculino, três no Street Feminino e três no Street Masculino. A participação desse número limite dependerá do desempenho dos brasileiros ao longo das duas janelas classificatórias estabelecidas pela World Skate para a corrida olímpica. A primeira delas vai até 22 de setembro de 2019 – data de encerramento do WS SLS World Championship – e o segundo ciclo acontece de 23 de setembro de 2019 a 31 de maio de 2020.

Classificação:
Feminino:
1ª - Pamela Rosa (BRA) - 25.2 pontos
2ª - Rayssa Leal (BRA) - 24.3
3ª - Aori Nishimura (JAP) - 21.6
4ª - Candy Jacobs (HOL) - 16.2
5ª - Mariah Duran (EUA) - 15.5
6ª - Gabriela Mazetto (BRA) - 14.9
7ª - Alexis Sablone (EUA) - 9.6
8ª - Yumeka Oda (JAP) - 8.7

Masculino:
1º - Nyjah Houston (EUA) - 36.9 pontos
2º - Yuto Horigome (JAP) - 36.6
3º - Gustavo Ribeiro (POR) - 36.2
4º - Kelvin Hoefler (BRA) - 36
5º - Jamie Foy (EUA) - 34.8
6º - Yukito Aoki (JAP) - 33.6
7º - Angelo Caro (PER) - 31.8
8º - Dashawn Jordan (EUA) - 23.4

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad