Gabriel Decamps vence 31ª edição do Bahia Juniors Cup - EsporteNaRede

sábado, 24 de outubro de 2015

Gabriel Decamps vence 31ª edição do Bahia Juniors Cup

Após a vitória, Decamps sonha com conquista em Roland Garros. Thaísa Pedretti faturou título do torneio feminino em final brasileira no Clube Bahiano de Tênis.

Gabriel Decamps, de apenas 16 anos.
Colaboração de texto: Fabrizio Gallas/Gallas Press
Fotos: Gabriela Simões

O Brasil brilhou e conquistou os títulos de simples da categoria principal da 31ª edição do Bahia Juniors Cup, evento mundial juvenil que completou 30 anos retornando à casa onde nasceu, o Clube Bahiano de Tênis no bairro da Graça, em Salvador (BA).

No masculino, Gabriel Decamps, de apenas 16 anos, 191º do mundo e sexto melhor do país, marcou 7/5 6/4 diante do argentino Juan Jalif em final emocionante. Jalif abriu uma quebra com 2/0 no começo nervoso do paulista que recuperou a quebra, abriu 3/2 e saque, mas sofreu o empate. No fim ele quebrou e em game apertado venceu o primeiro set. Na segunda etapa não foi diferente, os dois seguiram colados no placar. O brasileiro abriu 4/3 e saque, tomou a quebra de volta, mas tornou a romper para fechar e celebrar muito sua maior conquista da carreira.

"Sensação muito boa ter ganhado, jogo muito duro, ele jogou muito bem, ele tava sólido, estava comandando bem com a direita, usando bem os ângulos", vibrou o tenista: "Ganhar esse torneio será muito bom pra mim, vou subir bastante no ranking. Sou um cara que venho batalhando muito, estava merecendo uma conquista dessas. Espero seguir trabalhando mais duro ainda para ter resultados ainda melhores".

                                                                                              Fotos: Gabriela Simões

Decamps apareceu para o cenário nacional ao conquistar o Rendes-Vous à Roland Garros, série de pré-qualificatórios, o último deles mundial em frente à Torre Eiffel, que o levou a disputar o Grand Slam mais charmoso do ano, em Paris. Antes do Bahia Juniors Cup ele jogou o Mundial de 16 anos, a Copa Davis juvenil. Agora seus passos serão torneios no México e nos Estados Unidos, o Eddie Herr e Orange Bowl e o tenista traça metas ambiciosas: "Meu objetivo com certeza é primeiro ficar no top 100 e depois top 50 pro fim do ano e ir subindo. Meu sonho é ganhar Roland Garros ano que vem".

Seu treinador, William Kyriakos, enalteceu o trabalho duro do paulista e elogiou a competição: "Um torneio muito bem organizado, muito melhor que vários eventos de categoria igual disputados fora do país. Foi uma grande semana, ele foi muito intenso e com dedicação. Ele vinha batendo na trave há um bom tempo, teve o bom resultado em São Paulo e depois conseguindo a vaga pra Roland Garros e nos últimos dois meses estávamos trabalhando duro e essa semana consagrou o que foi feito", apontou Kyriakos que disputou a primeira edição do Bahia Juniors Cup: "Joguei o primeiro ano aqui do torneio quando era a Copa Econômico, sempre foi o torneio incrível, não pude jogar o segundo ano, mas o torneio estava entre os três maiores do Brasil. A estrutura esse ano tá incrível e vai melhorar ainda mais, quadras maravilhosas, não tenho nada a dizer, só dizer que foi Nota Dez essa semana".

Sobre o futuro do jovem promissor atleta, Kyriakos preferiu ser cauteloso: "Difícil dizer até onde ele vai, o caminho é muito longo, igual ou parecido a ele tem vários na idade de 16, 17, 18 , é uma coisa que não dá pra saber. O que dá pra saber que é preciso trabalhar duro todos os dias para que mesmo com um mau resultado, como da semana passada, possa reverter a situação e vir concentrado para ter uma semana maravilhosa como essa"

Pedretti celebrando. Foto: Bruno Rocha 
Thaísa Pedretti é bicampeã no feminino - A paulista Thaísa Pedretti, número 83 do ranking mundial e segunda do país, derrotou a carioca Maria Silva por 6/3 6/4 conquistando o bicampeonato. Vencedora também em 2013 com apenas 14 anos na categoria principal, ela se emocionou: "É um lugar que me traz coisas boas, estou muito feliz, a Maria Silva jogou muito bem também, foi uma ótima final e esse título só me dá mais confiança para estar nos Grand Slams ano que vem", celebrou a tenista que treina no Instituto Tênis na capital paulista.

Thaísa Pedretti e Maria Silva. Foto: Bruno Rocha
Com o troféu, Pedretti vai subir no ranking e colar no top 70, ficando com grandes chances de garantir vaga no Australian Open, primeiro Grand Slam de 2016 e nos outros três principais torneios do tênis para o ano que vem.

Saldo positivo e grandioso evento - A 31ª edição do Bahia Juniors Cup contou com mais de cinco mil pessoas durante os nove dias de evento e com um staff numeroso com mais de 100 pessoas entre staff, boleiros, encordoador, árbitros, a parceria com a equipe de fisioterapeutas da Faculdade IBES/FACSAL. Foram 209 atletas de 12 paísesde quase todos os continentes (Brasil, Rússia, Estados Unidos, Bolívia, Suíça, Grã-Bretanha, Egito, Colômbia, Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile) jogando e treinando nas oito quadras do Clube Bahiano de Tênis que comemora 100 anos em 2016. O torneio se consolidou como o maior do Nordeste no juvenil e só perdeu em importância para o Banana Bowl e o Campeonato Internacional Juvenil, a Copa Gerdau, em Porto Alegre. O evento contou com pontos pro ranking mundial Grau 3 na Federação Internacional de Tênis, pro ranking Sul-Americano do Cosat nos 14 e 16 anos, e da Confederação Brasileira de Tênis, nos 12 anos.

Gian Biglia, presidente do Clube Bahiano de Tênis e diretor do torneio fez avaliação positiva da competição: "O evento foi um sucesso, ouvi só elogios tanto de jogadores, como técnicos, pai dos atletas e só me dá satisfação após todo o trabalho duro que tivemos diário para colocar o projeto elaborado pelo arquiteto André Sá das quadras e da revitalização do clube em parceria com a construtora Moure Dubeux. Estamos ainda no processo de revitalização da parte social do clube e no ano que vem os atletas terão ainda mais facilidades. Estou muito satisfeito e o torneio vai crescer ainda mais", disse Biglia.

A competição resgatou o tradicional torneio que era chamado de Copa Econômico na década de 80 e 90 e seleiro de grandes craques. Gustavo Kuerten foi campeão dos 16 anos derrotando o baiano Duda Catharino Gordilho na final. Passaram pelo evento Teliana Pereira, Andreia Vieira, Fernando Meligeni, Marcelo Saliola, entre outros fortes nomes do tênis nacional.

A competição abriga atletas do Brasil, Rússia, Estados Unidos, Bolívia, Suíça, Grã-Bretanha, Egito, Colômbia, Argentina, Paraguai, Uruguai e Chile.

O Bahia Juniors Cup contou com o patrocínio do Governo do estado da Bahia pela Sudesb, da Construtora Moura Dubeux, dos Correios eda Federação Bahiana de Tênis. O evento tem o apoio da Gatorade, AMBEV e Faculdade IBES/FACSAL e é realizado pela Confederação Brasileira de Tênis, ITF e Cosat.

Resultados deste Sábado (24/10):
(1) Thaísa Pedretti (BRA) 2x0 Maria Silva (BRA) 6/3 6/4
(3) Gabriel Decamps (BRA) 2x0 Juan Jalif (ARG) 7/5 6/4



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad