Natan vai à final contra amigo e rival Boscardin no Bahia Juniors Cup - EsporteNaRede

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Natan vai à final contra amigo e rival Boscardin no Bahia Juniors Cup

Natan vai à final em casa contra amigo e rival Boscardin no 34º Bahia Juniors Cup - Troféu Nilton Vasconcelos. Amizade fora de quadra no confronto dos atletas do Time de Gustavo Kuerten.

Natan vai à final em casa contra amigo e rival Boscardin.
Colaboração de texto: Fabrizzio Gallas/GallasPress
Fotos: Gabriella Simões/GallasPress

Tem baiano na grande decisão da categoria mundial e principal na 34ª edição do Bahia Juniors Cup - Troféu Nilton Vasconcelos disputado no Clube Bahiano de Tênis no bairro da Graça, em Salvador (BA). Natan Rodrigues vai decidir o torneio mais valioso do país no segundo semestre que tem recorde com 307 atletas de 15 países. A final feminina começa às 8h e a masculina às 10h neste sábado com entrada gratuita ao público.

O tenista de Salvador (BA), de apenas 16 anos, Natan Rodrigues, 61º do ranking mundial, se classificou para a grande decisão com vitória por 6/4 6/3 sobre o paulista Rafael Marques e vai enfrentar o catarinense Pedro Boscardin, terceiro pré-classificado, que derrotou o brasileiro Nicolas Zanellato por 6/3 7/5.


Coloque o mouse sobre a foto e confira o Slide Show:
Torneio no Bahiano de Tênis

Natan é o primeiro baiano na final da categoria principal até 18 anos da competição desde o título de Silas Cerqueira, de Feira de Santana, em 2013 e vai buscar seu terceiro título no circuito mundial - tem conquistas em Itajaí (SC) em 2017 e Cali, na Colômbia, em 2018.

"Sentimento ótimo de estar jogando em casa e poder entrar para a história, seria muito gratificante para mim. O jogo foi muito parelho, tive muito mérito de manter meu saque a todo tempo, foi um jogo decidido com uma quebra por set e foi importante ter mantido meu saque", pontuou Natan.

Caso fature o troféu ele ganhará posições importantes no ranking e ficará perto do grupo dos 50 melhores do mundo. Com a campanha na semana ele já garante vaga nos Grand Slams de 2019, os quatro maiores eventos do mundo (Australian Open, Roland Garros, Wimbledon e US Open). Em 2016, Thiago Wild conquistou o Bahia Juniors Cup seu primeiro título na carreira e no ano seguinte disputava seus primeiros eventos Grand Slams e este ano fez história ao vencer o US Open, único brasileiro a obter tal feito em Nova York.

Pedro Boscardin faz dupla com o baiano Natan pela seleção do Brasil.
Natan e Boscardin são amigos fora de quadra, estiveram juntos comandando o Brasil no Mundial de 16 anos na semana passada na Hungria - equipe perdeu nas quartas de final - fazem parte do Time Guga, equipe com sete atletas brasileiros espalhados pelo Brasil e Barcelona de jovens promissores tenistas que contam com o apoio e Gustavo Kuerten como mentor. Os finalistas do Bahia Juniors Cup têm história nas categorias de base e uma rivalidade dentro dela tendo disputado alguns jogos históricos nas categorias de base como na final da Copa Guga Kuerten e em outro duelo em Florianópolis anos atrás.

"Difícil jogar com um grande amigo, estávamos juntos na semana passada defendendo o Brasil na Copa Davis juvenil (Mundial de 16 anos), complicado, mas assim é o tênis, tem que entrar na quadra e diferenciar as coisas, na quadra é adversário, mas fora dela somos amigos", seguiu Natan.

Boscardin comentou sobre sua vitória desta sexta-feira, a 20ª seguida no circuito mundial da Federação Internacional de Tênis. Ele tem conquistas em Aarhus, na Dinamarca, e dois triunfos no México em Tampico e Monterrey: " Até que foi uma surpresa eu vencer essa série, mas é fruto de muito trabalho, vindo bem nos torneios, apenas estou no começo de minha carreira, é seguir trabalhando mais e mais. Hoje foi um jogo muito duro, meu adversário estava jogando muito bem, vem melhorando bastante, primeiro set consegui impor meu tênis, quebrei ele duas vezes. No segundo set fui quebrado, devolvi e ele quebrou depois e foi mantendo, mas consegui jogar bem ali no final para virar", apontou Boscardin que comentou sobre o duelo contra o amigo Natan: "É um pouco estranho porque somos grandes amigos, mas nos enfrentamos muitas vezes, mas sem dúvida será um grande jogo. Contra ele é quase sempre um duelo duro que vai ao terceiro set".

Boscardin, de 15 anos, natural de Joinville (SC), tem forte ligação com Kuerten - sua mãe dividiu apartamento com Guga no juvenil, a família Kuerten apoia sua carreira e seu treinador Ricardo Schlachter além de amigo do tricampeão de Roland Garros o derrotou após o primeiro título na França no Campeonato Brasileiro em São Paulo em 1998. Atual 276º do ranking mundial, o tenista já se garantiu entre os 200 melhores do mundo e a conquista o colocará perto dos 170.

Polonesa e finlandesa fazem final europeia em Salvador

A polonesa Weronika Baszak, 104ª colocada, superou o forte calor de 30º C.
A final feminina está definida e começa 8h30 neste sábado. Principal favorita, a polonesa Weronika Baszak, 104ª colocada, superou o forte calor de 30º C e a quarta favorita, a chilena Jimena Gonzalez, por 1/6 6/1 6/2. Ela vem de uma série de dois títulos seguidos no circuito mundial e já soma 13 vitórias consecutivas. Sua adversária na final será contra a sexta favorita, a finlandesa Alexandra Anttila: "Hoje estava muito quente, mas durante o jogo não pensei nisso. Estou mais cansada que antes, mas joguei bem, tentei não ficar nervosa. Joguei muito devagar no primeiro set e ela foi muito rápida nas bolas, mas depois mudei para ter mais força e velocidade com meu forehand e backhand, especialmente com minha devolução. Apesar do placar ganhei uns três games com 0/40, 15/40 e foi muito duro".

Anttila derrotou a colombiana Gabriela Giraldo, sétima cabeça de chave, por 7/6 6/0 e vai fazer sua maior final na carreira: "Hoje não tive as mesmas emoções de ontem pois sabia que poderia jogar bem, mas estava bem cansada pois além dos três sets em simples também joguei três sets nas duplas e hoje o jogo foi bem duro, minha oponente era muito consistente e tivemos longos rallies, trocas de bola. No segundo set elevei meu nível, meu saque ficou melhor", apontou a tenista que comentou sobre a decisão: "Será uma guerra entre as amigas (risos), mas sem dúvida será uma partida muito boa. Preciso ficar no placar perto dela, colocar meu primeiro saque, manter a bola em jogo nos rallies, me mover bem e veremos o que acontece".

Pela primeira vez em Salvador, Alexandra ainda não teve tempo de visitar como um todo a cidade, apenas a praia que fica na frente do hotel da competição, a praia da Barra: "Estou bem concentrada no torneio a semana toda, só deu tempo de ir duas vezes à praia aqui, é muito legal, gostei muito".

Baianinha Luana Paiva tenta segundo troféu seguido no Bahia Juniors Cup.
A Bahia tem chances de levantar mais dois canecos na maior competição do país neste segundo semestre. Nos 14 anos feminino, Luana Paiva, sétima favorita, aplicou um duplo 6/2 sobre a oitava favorita, Cecília Costa, e decide o título contra a terceira cabeça de chave, Lara de Souza, que marcou 6/0 6/2 sobre Mell Assayag. Luana foi campeã ano passado na categoria 12 anos.

Nos 12 anos masculino Victor Rocha, da Bahia, vai enfrentar na final Davi Silva.

Troféu do Bahia Juniors Cup passa a se chamar Comendador Nilton Vasconcelos

Nesta 34ª edição do Bahia Juniors Cup, o troféu para todos os campeões terá o nome Troféu Comendador Nilton Vasconcelos, homenagem ao ex-secretário da Setre, a Secretaria de Trabalho, Renda e Esporte do estado da Bahia.

"Em 2010 a Federação Baiana de Tênis imbuida de resgatar o alto rendimento e a revelação de novos talentos, idealizou a realização de torneios de grande porte criando oportunidades para os atletas baianos. Apresentado esse projeto ao secretário em 2010, a Setre viabilizou o torneio profissioal ATP Challenger Aberto da Bahia e o Future Aberto de Salvador no mesmo ano. Em 2011, o Future Aberto de Salvador voltou a ser realizado tendo o baiano Alexandre Schnitman como vice-campeão marcando seus primeiros pontos na ATP, assim como Silas Cerqueira que também fez seus primeiros pontos nessas oportunidades. Também a partir de 2011, a Sudesb passou a apoiar o retorno do Bahia Juniors Cup, torneio das categorias de acesso, que desde então tem revelado campeões como o paranaense o Thiago Wild campeão de 2016 do Bahia Juniors Cup e que acaba de vencer o US Open entrando para a história do tênis nacional. Por esses e outros motivos visionários, reconhecemos em Nilton, um grande incentivador do tênis e uma pessoa muito especial", afirmou Gian Biglia, um dos organizadores da 34ª edição do Bahia Juniors Cup.

O presidente do Bahiano, Gian Biglia ao lado do professor Nilton Vasconcelos.
"É uma ótima homenagem. Nilton é um grande gestor e também para o esporte na Bahia, com grande participação apoiando eventos esportivos no estado, em especial o tênis ajudando a alavancar nossos atletas para o Brasil e o mundo", apontou José Sandes, diretor da Unisport, Unisport das Federações do Esporte Amador da Bahia.

A 34ª edição do Bahia Juniors Cup Bahia Juniors Cup tem o patrocínio da da SETRE, a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte e da Sudesb, do Governo do estado da Bahia, dos Correios, o co-patrocínio da Wilson, Peugeot e apoio das Águas Meleva, Cassi Turismo e RevestBege . O evento é chancelado pela Federação Bahiana de Tênis, Confederação Brasileira de Tênis, Federação Internacional de Tênis e Confederação Sul-Americana de Tênis, o Cosat.


Resultados de Simples desta Quinta-Feira (04/09):
Torneio ITF 18 anos - Quartas de Final
Resultados Sexta-Feira (05/10):
Quadra 1
(1) Weronika Baszak (POL) 1/6 6/1 6/2 (4) Jimar Gonzalez (CHI)
(1) Natan Rodrigues (BRA) 6/4 6/3 (4) Rafael Marques (BRA)
Quadra 2
(6) Alexandra Anttila (FIN) 7/6 6/0 (7) Gabriela Giraldo (COL)
(3) Pedro Boscardin (BRA) 6/3 7/5 (5) Nicolas Zanellato (BRA)
Resultados 16 e 14 anos - Semifinais
Masculino - 16 anos
(1) Richard Gama (BRA) 6/2 6/2 José Neto (BRA)
(4) Diogo Tinoco (BRA) 3/6 6/4 6/2 (2) Gabriel Constantino (BRA)
Feminino - 16 anos
(1) Marjorie Souza (BRA) 6/2 6/3 (3) Helena Silva (BRA)
Beatriz Verdial (BRA) 6/2 6/4 (2) Valentina Santos (BRA)
14 anos
(1) Thomas Kano (BRA) 6/1 6/3 Filip Marinkovic (BRA)
(2) Gabriel Barbosa (BRA) 6/1 6/2 Kauã Santos (BRA)
14 Anos - Feminino
(3) Lara Souza (BRA) 6/0 6/2 Mell Assayag (BRA)
(7) Luana Paiva (BRA) 6/2 6/2 (8) Cecilia Costa (BRA)
Resultados - 12 Anos - Semifinais
Anne Carvalho 6/1 6/1 Maria Ferreira
Isabella Xavier 6/3 6/1 Isabela Ribeiro
Davi Silva 6/2 6/4 Pedro Andres
Victor Rocha venceu Gabriel Godoy por WO
Programação deste Sábado (06/10):
Torneio Mundial - 18 anos
8h - (1) Weronika Baszak (POL) x (6) Alexandra Anttila (FIN)
10h - (1) Natan Rodrigues (BRA) x (3) Pedro Boscardin (BRA)
Demais finais a partir das 8h

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad