Natan segue sonho de título em casa no 34º Bahia Juniors Cup - EsporteNaRede

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Natan segue sonho de título em casa no 34º Bahia Juniors Cup

Semifinal será totalmente brasileira com Pedro Boscardin encarando algoz de russo segundo favorito. No feminino as brasileiras foram superadas e semifinal terá atletas da Finlândia, Polônia, Colômbia e Chile.

Aos 16 anos, Natan Rodrigues sonha com o título dos 18 anos em Casa.
Colaboração de texto: Fabrizzio Gallas/GallasPress
Colaboração de fotos: Gabriella Simões/Thiago Parmalat

A Bahia segue com chances de título na categoria principal e mundial na 34ª edição do Bahia Juniors Cup - Troféu Nilton Vasconcelos disputado no Clube Bahiano de Tênis no bairro da Graça, em Salvador (BA). Semifinal feminina larga às 9h30 e masculina às 12h. O evento, com entrada gratuita ao público, é mais valioso do país no segundo semestre e tem recorde com 307 atletas de 15 países.

Principal favorito ao título, Natan Rodrigues sofreu no segundo set, mas confirmou sua condição derrotando o paraense Joaquim Almeida por 6/1 6/4 e já repete seu resultado do ano passado quando chegou como franco-atirador em seus primeiros torneios no circuito mundial e foi até a semifinal: "Largei bem no jogo, consegui uma quebra rápida, fechei 6/1, no segundo set comecei bem, quebrei de cara, abri 3/1, mas ele devolveu e pegou confiança, teve muitos méritos. Eu me prendi um pouco, mas no 4/4 consegui umas duas bolas mágicas para quebrar e sair com a vitória", apontou o jogador de 16 anos, número 61 do ranking mundial.

Seu adversário na semifinal deste sábado será o paulista Rafael Marques, quarto favorito, que derrotou por 6/3 6/1 o surpreendente qualifier brasiliense Gustavo Magalhães. Natan ten o sonho de ganhar a categoria principal do torneio em casa e ser o primeiro baiano campeão do Bahia Juniors Cup desde Silas Cerqueira em 2013: "Sempre bom jogar em casa, às vezes tem a pressão com todo mundo te vendo, seus amigos, pessoas que já conheço há muito tempo, mas tem que saber levar bem isso, muito feliz por estar na semi e agora terei um adversário muito duro, muito qualificado e agora vamos com tudo".

O catarinense Pedro Boscardin faz a outra semi.
A outra semifinal será entre o catarinense Pedro Boscardin, terceiro favorito ao troféu e de 15 anos, que derrotou o brasileiro Bryan Kuntz por 7/6 (7/1) 6/3, e Nicolas Zanellato. Boscardin assim como Natan fazem parte do Time Guga liderado por Gustavo Kuerten com sete atletas, seis deles no Brasil. O jogador natural de Joinville (SC) tem ligação com Guga onde sua mãe dividiu apartamento com o tricampeão de Roland Garros quando juvenil. Kuerten já treinou algumas vezes com Boscardin e seu técnico, Ricardo Schlachter, derrotou o Manezinho da Ilha em 1998 no Campeonato Brasileiro em São Paulo.

"Foi um jogo bem duro, já esperava isso, tinha feito jogo bem duro com ele em Curitiba (PR) em três sets, tava difícil para devolver, mas consegui achar bem a respostas nos momentos importantes, tive sorte ali no primeiro set fui quebrado quando não era para ser, mas consegui voltar, fui bem no tie-break. No segundo set aumentei minha intensidade, consegui quebrar ele e fechei. Zanellato joguei com 12 anos então faz tempo, é me preparar bem para amanhã. Ainda sinto um pouco de cansaço entre os pontos, mas sigo concentrado para seguir bem nas partidas", afirmou o atleta que assim como Natan veio direto da disputa do Mundial de 16 anos na Hungria, a Copa Davis juvenil onde o Brasil parou nas quartas de final.

Brasil ficará sem o título feminino, pela primeira, vez em seis anos

A finlandesa Alexandra Anttila.
Entre as meninas as três representantes brasileiras foram eliminadas nesta quinta-feira e as semifinais serão de europeias contra sul-americanas e pela primeira vez desde 2012 o torneio não terá uma campeã brasileira - última foi a porotuguesa Ivone Alvaro. Cabeça de chave número 2, a paulista Ana Luiza Cruz foi superada pela finlandesa Alexandra Anttila, sexta pré-classificada, por 6/4 2/6 6/3. Este é o melhor resultado da carreira de Anttila que mora e treina na Romênia e tem a número 1 do mundo, Simona Halep, como principal referência na carreira.

"Estava nervosa antes do jogo, é minha primeira semifinal em simples neste tipo de torneio , ela é uma grande jogadora, sabia que seria duro.Tinha visto ela jogar, ela é consistente, se mexe muito bem, tem um bom saque, tentei me mexer bem, variar um pouco as bolas. Estou muito empolgada e vou confiante para a semifinal", apontou Antilla que medirá forças diante da colombiana Gabriela Giraldo, sétima favoritam que passou pela brasileira Isabela Mercante por 4/6 6/1 6/0.

A polonesa Weronika Baszak fará semi e é a principal favorita.
A outra semi será da principal favorita, a polonesa Weronika Baszak e a chilena Jimar Gonzalez. Baszak marcou 6/1 6/4 na americana de Nova York, Dakota Fordham, quinta pré-classificada, enquanto que Gonzalez fez um duplo 6/0 na goiana Nalanda Silva. Nalanda sentiu-se mal ao longo do encontro, com nâuseas e não conseguiu desempenhar seu melhor papel.

"Minha adversária jogou muito bem, agressiva, ela é canhota, sempre difícil enfrentar uma canhota pois não estamos acostumadas, mas eu joguei também muito bem. Estou me sentindo muito bem e vou seguir jogando meu jogo não importa a adversária que vier e espero sair com a vitória", destacou a favorita Baszak que venceu todos os seus jogos sem perder sets até aqui.

As semifinais do feminino começam não antes das 9h30.

A baiana Luana Paiva vai à semi nos 14 anos em busca do segundo título.
Campeã da categoria 12 anos no ano passado, a baianinha Luana Paiva segue em busca do troféu agora na categoria 14 anos. Com apenas 12 anos, a jovem virou placar nas quartas de final contra Letícia Tourinho com parciais de 6/7 6/0 6/2 e vai enfrentar a vencedora do duelo entre Cecilia Costa e Maria Sodré.

Nos 12 anos masculino uma semifinal será totalmente baiana entre Victor Rocha e Gabriel Godoy. Rocha, do Bahiano de tênis, marcou 7/5 6/0 sobre o paulista José Pinto enquanto que Godoy passou por João Sousa em duelo baiano com parciais de 7/5 6/4.

A baiana Carol Oliveira foi superada nas quartas de final dos 14 anos por Helena Ramos, terceira favorita, por um duplo 7/5 na categoria 16 anos no feminino.

Troféu do Bahia Juniors Cup passa a se chamar Comendador Nilton Vasconcelos

Nesta 34ª edição do Bahia Juniors Cup, o troféu para todos os campeões terá o nome Troféu Comendador Nilton Vasconcelos, homenagem ao ex-secretário da Setre, a Secretaria de Trabalho, Renda e Esporte do estado da Bahia.

"Em 2010 a Federação Baiana de Tênis imbuida de resgatar o alto rendimento e a revelação de novos talentos, idealizou a realização de torneios de grande porte criando oportunidades para os atletas baianos. Apresentado esse projeto ao secretário em 2010, a Setre viabilizou o torneio profissioal ATP Challenger Aberto da Bahia e o Future Aberto de Salvador no mesmo ano. Em 2011, o Future Aberto de Salvador voltou a ser realizado tendo o baiano Alexandre Schnitman como vice-campeão marcando seus primeiros pontos na ATP, assim como Silas Cerqueira que também fez seus primeiros pontos nessas oportunidades. Também a partir de 2011, a Sudesb passou a apoiar o retorno do Bahia Juniors Cup, torneio das categorias de acesso, que desde então tem revelado campeões como o paranaense o Thiago Wild campeão de 2016 do Bahia Juniors Cup e que acaba de vencer o US Open entrando para a história do tênis nacional. Por esses e outros motivos visionários, reconhecemos em Nilton, um grande incentivador do tênis e uma pessoa muito especial", afirmou Gian Biglia, um dos organizadores da 34ª edição do Bahia Juniors Cup.

"É uma ótima homenagem. Nilton é um grande gestor e também para o esporte na Bahia, com grande participação apoiando eventos esportivos no estado, em especial o tênis ajudando a alavancar nossos atletas para o Brasil e o mundo", apontou José Sandes, diretor da Unisport, Unisport das Federações do Esporte Amador da Bahia.

A 34ª edição do Bahia Juniors Cup Bahia Juniors Cup tem o patrocínio da da SETRE, a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte e da Sudesb, do Governo do estado da Bahia, dos Correios, o co-patrocínio da Wilson, Peugeot e apoio das Águas Meleva, Cassi Turismo e RevestBege . O evento é chancelado pela Federação Bahiana de Tênis, Confederação Brasileira de Tênis, Federação Internacional de Tênis e Confederação Sul-Americana de Tênis, o Cosat.


Resultados de Simples desta Quinta-Feira (04/09):
Torneio ITF 18 anos - Quartas de Final

Quadra 1
(2) Ana Luiza Cruz (BRA) 6/4 2/6 6/3 (6) Alexandra Anttila (FIN)
(3) Pedro Boscardin (BRA) 7/6 (1) 6/3 Bryan Kuntz (BRA)
13h30 - (1) Natan Rodrigues (BRA) 6/1 6/4 Joaquim de Almeida (BRA)

Quadra 2
(4) Jimar Gonzalez (CHI) 6/0 6/0 Nalanda Teixeira (BRA)
(5) Nicolas Zanellato (BRA) 7/6 (5) 6/2 (2) Ilarion Danilchenko (RUS)
13h30 - (4) Rafael Marques (BRA) 6/3 6/1 (Q) Gustavo Magalhães (BRA)

Quadra 3
8h - Jogo masculino 14 anos
(1) Weronika Baszak (POL) 6/1 6/4 (5) Dakota Fordham (EUA)
(7) Gabriela Giraldo (COL) 4/6 6/1 6/0 Isabela Mercante (BRA)

Programação Sexta-Feira (05/10):
Quadra 1
8h - Partida de 14 ou 16 anos a confirmar
Não antes das 9h30 - (1) Weronika Baszak (POL) x (4) Jimar Gonzalez (CHI)
12h - (1) Natan Rodrigues (BRA) x (4) Rafael Marques (BRA)

Quadra 2
8h - Partida de 14 ou 16 anos a confirmar
Não antes das 9h30 - (7) Gabriela Giraldo (COL) x (6) Alexandra Anttila (FIN)
12h - (3) Pedro Boscardin (BRA) x (5) Nicolas Zanellato (BRA)

Sexta-Feira - 5 de Outubro - Semi Finais - A partir das 9h
Sábado - 6 de Outubro - Finais - A partir das 9h

* sujeito à alterações

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad