Brasil termina a Copa do Mundo de Tênis de mesa entre os oito - EsporteNaRede

domingo, 25 de fevereiro de 2018

Brasil termina a Copa do Mundo de Tênis de mesa entre os oito

Brasil termina a Copa do Mundo por Equipes entre os oito melhores da competição, a equipe masculina não resistiu ao time da casa e foi eliminada pela Inglaterra.

Hugo Calderano foi um dos destaques da equipe na Copa do Mundo.
Colaboração de texto: Mendes/Menezes/Cumplido/CBTM
Colaboração de foto: ITTF.

A Seleção Brasileira de tênis de mesa terminou a Copa do Mundo por Equipes como uma das oito melhores da competição. Após ser primeiro colocado de seu grupo na primeira fase, o Brasil não resistiu aos donos da casa e foi eliminado nas quartas de final, por 3 a 1, na Cooper Box Arena, em Londres, na Inglaterra.

O time brasileiro começou seguro e tomando conta da mesa no primeiro confronto das quartas de final. Eric Jouti e Gustavo Tsuboi mostravam total domínio do jogo e venceram os dois primeiros sets contra Samuel Walker e Paul Drinkhall. No terceiro, os ingleses reagiram, a torcida se inflamou e a dupla brasileira se desconcentrou, permitindo a virada para 3 a 2 (11/5, 11/7, 4/11, 7/11 e 5/11).

No jogo seguinte, Hugo Calderano não se encontrou em momento algum contra um determinado Liam Pitchford. O brasileiro, número 16 do mundo, acabou derrotado por 3 a 0 (4/11, 6/11 e 6/11). Gustavo Tsuboi voltou para enfrentar Paul Drinkhall. Começou mal o jogo e permitiu que o inglês abrisse 2 a 0. Quando tudo parecia irremediavelmente perdido, Tsuboi reagiu e virou a partida para 3 a 2 (8/11, 6/11, 14/12, 11/4 e 11/6), deixando o ginásio novamente em silêncio.

O estreante Eric Jouti tinha a missão de bater Liam Pitchford para que o confronto fosse decidido no último jogo. Começou bem, com golpes rápidos, e venceu o primeiro set. O inglês reagiu e ganhou os dois sets seguintes. Jouti chegou a estar vencendo por 9 a 8 no quarto set, mas acabou permitindo a virada e os ingleses fecharam o confronto (11/6, 8/11, 5/11 e 9/11).

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad