» » Raí Araújo fura quali e disputa 33º Bahia Juniors Cup

Com pai matador de porcos e feirante e mãe empregada doméstica, alagoano, de 16 anos, disputa seu primeiro torneio mundial e veio à Salvador graças a uma vaquinha de professores e técnicos do clube onde treina, em São Paulo.

Raí Araújo fura quali e disputa 33º Bahia Juniors Cup.

Colaboração de texto: Fabrizio Gallas/GallasPress
Colaboração de foto: Juarez Matias/GallasPress

A 33ª edição do Bahia Juniors Cup, a maior competição juvenil do Norte/Nordeste, é palco de grandes histórias e realizações para meninos e meninas no esporte e neste domingo o jovem Raí Araújo, de 16 anos, viveu o sonho de se classificar pela primeira vez para a chave principal de um torneio mundial ao passar o qualificatório do evento Grau 3 em pontuação, terceiro mais valioso do país que é jogado no Clube Bahiano de Tênis, em Salvador (BA).

A história de Raí é diferente da maioria dos jogadores que iniciam suas trajetórias no esporte. Natural de Maceió (AL), tem origem humilde, seu pai, Jair, é feirante, mata porcos para poder vender e tirar seu sustento e sua mãe Célia, que se mudou para São Paulo, trabalha na academia Tie-break de seu tio José como empregada doméstica e cozinheira. Conheceu o esporte através de seu tio e foi acolhido pelo Clube Paineiras na capital paulista, para, sem custos, oferecer o suporte necessário para seguir seu desejo no esporte.

"Meu pai trabalha vendendo carne na feira, com animal, mata porcos e vende na feira, eu vim pra cá, meu pai ficou em Maceió, a maioria da minha família lá trabalha com isso. A irmã do meu tio foi pra Maceió, ela trabalhava na Tie-break e meu tio me apresentou o esporte e ensinou a jogar tênis, daí nunca mais parei. Não tenho grana, é complicado, sei que preciso trabalhar muito, mas seu que uma hora as portas se abrem não é ? Trabalhar firme que uma hora vai", destacou Raí que não fosse a ajuda de seu tio e vários professores e técnicos do clube onde treina não teria a chance de disputar o evento na capital baiana. Foi feito uma vaquinha para viabilizar a vinda do atleta.

Raí Araújo  tem o sonho de ser profissional.
"Conhecendo a história do Raí vimos que ele merece, é um batalhador, que vem lutando pelas coisas, fazendo por onde. Como todo menino que vem de baixo sem condições financeiras boas tem que ter ajuda, nos reunimos com os treinadores e o tio dele da Tie-break para todo mundo ajudar e viabilizar a vinda dele pra cá, ele tem o apoio do Paineiras em treinamento e ajudamos com hotel, é um menino que batalha muito, tem o sonho de ser profissional e tem um grande futuro pela frente, problemas são viagens e custos", apontou o treinador Leonardo Nakahara.

"É difícil grana, decidi em cima da hora que viria pra cá, estava sem dinheiro, os caras me ajudaram, Paineiras, a Tie-break e consegui e estou na chave, estou muito feliz", comemorou o menino que terá a chance de marcar seus primeiros pontos no ranking da Federação Internacional de Tênis. Ele passou o quali derrotando na final João Pedro Guariente por 7/5 6/1 neste domingo.

"Foi muito bom, joguei bem, firme, primeiro set ele jogou bem, saca bem, bons golpes, consegui fechar 7/5, segundo ele deu uma cansada. Estou bem feliz, torneio forte aqui na Bahia, minha primeira chave principal de um ITF".

As chaves principais das categorias 18 anos mundial com pontuação Grau 3 e 16 a 14 anos (Cosat, Sul-Americano) serão sorteadas até o fim da tarde deste domingo e começam na segunda-feira, dia 25, a partir das 9h (a programação será enviada mais tarde). A categoria 12 anos, com pontos pro ranking nacional da Confederação Brasileira de Tênis, larga na quarta-feira, dia 27.

Resultados deste Domingo (24/09):
Rodada Final do Quali - 18 anos
Rai Araujo (BRA) 2x0 João Pedro Guariente (BRA) 7/5 6/1
Miguel Froelich (BRA) 2x0 João Velloso (BRA) 6/3 6/4
Lucas Gessner (BRA) 2x0 Matheus Correa (BRA) 6/3 6/4
Pedro Batistella (BRA) 2x0 Danilo de Souza (BRA) 6/4 6/2

A 33ª edição do Bahia Juniors Cup Bahia Juniors Cup conta com os patrocínio do Governo do estado da Bahia pela Sudesb e da Construtora Moura Dubeux e apoio da Gatorade e Águas Meleva. O evento é chancelado pela Federação Bahiana de Tênis, Confederação Brasileira de Tênis, Federação Internacional de Tênis e Confederação Sul-Americana de Tênis, o Cosat.

Quando: 23 até 30 de Setembro
Onde: Clube Bahiano de Tênis
Endereço: R. Oito de Dezembro, 525 - Barra, Salvador - BA
Entrada Gratuita
Horário de Início de Segunda até Quinta-Feira: 9h
Rodada Noturna a partir das 18h a partir de segunda-feira, dia 25


Sobre os autores:

Gabriella Simões fez Fotografia Digital no Sesc e é associada a Arfoc/Brasil através da Arfoc/BA. Miguel Brusell é formado em Comunicação Social na UFBA, tem pós em Gestão de Informações para Multimeios na FTC e bloga desde 2003.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar