» » Próxima geração do Surf se encontra no Brasileiro Amador

A  atual geração de competidores do Surf Brasileiro é chamada de Brazilian Storm ou a tempestade brasileira que vem conquistando bonitas vitórias no cenário mundial.

Por: Miguel Brusell

A próxima geração de competidores brasileiros tem um encontro marcado na Praia de Stela Maris, um dos mais tradicionais picos do Surf Baiano e Brasileiro, considerada a Fonte Nova do surf. A Praia, que já foi cenário de eventos históricos como as primeiras etapas do Circuito Brasileiro, na década de oitenta, recebe, nos dias  25 e 26 de Julho , a 3ª etapa do Circuito Baiano Amador e 2ª do Profissional e, nos dias primeiro e 2 de Agosto, a última do Circuito Brasileiro de Surf Amador.

Na etapa do Baiano serão disputadas as categorias ProAm, que terá a premiação de R$ 5 mil em dinheiro além de medalhas e troféus, Sub 12, Sub 14, Sub 16, Sub 18, Feminino e Máster a cima de 35. As categorias amadores terão pranchas, blocos, kits, medalhas e troféus como premiação.

A última etapa do Brasileiro será decisiva na formação do time que irá representar o Brasil no Isa World Junior Surfing Championship Contest,  evento que será disputado em outubro, na Califórnia, nos Estados Unidos da América e que define os campeões mundiais júnior da International Surf Association (ISA).

Disputa acirrada por títulos

Na última etapa do Circuito Brasileiro Amador, as disputas serão entre as categorias, iniciante (até 14 anos), mirim (até 16), Pro/Junior (até 21), Feminino Junior (até 18) e Open (sem limite de idade) masculino e feminino. A premiação do Brasileiro para Iniciante, Mirim, Open e Feminino Júnior e Open será feita com pranchas, blocos, kits, medalhas e troféus. A Pro Junior, também, terá premiação de R$ 5 mil além de medalhas e troféus.
Na disputa por Equipes, Pernambuco aparece na primeira colocação com uma vantagem de 90 pontas para a segunda colocada, a equipe da Bahia que vai lutar pelo título de Campeão Brasileira em casa.
Na categoria Pro Júnior, a briga maior deve ser entre os primeiros colocados, o baiano Wallace Junior, que tem uma boa vantagem na primeira colocação, seguido do pernambucano Cauã Nunes e do carioca Theo Fresia.
Na Open Masculino, mais uma briga Pernambuco contra Bahia. Desta vez com os pernambucanos na frente, com Osvaldo Cajá na liderança seguido, de perto, pelos baianos Iago Silva, Wallace Junior e Lucas Silva, que é o representante da Bahia na copetição  por equipes.

Entre as meninas, Karol lidera as duas categorias

Nas categorias Feminino, a carioca Karol Ribeiro lidera as duas categoria. Na Open seguida, de perto, pela pernambucana Ramaiana Silveira. De olho na disputa entre as duas primeira está a baiana Danielle Albuquerque, também, com pontos suficientes para ultrapassar as primeiras do ranking.
Na Júnior, a Karol tem uma boa vantagem sobre a baiana Danielle Albuquerque e a paraibana Dayse Silva, que são as únicas que pode ultrapassar a pontuação da líder do ranking.

Briga de foice entre os mirins

Na categoria Mirim, com certeza, a emoção será forte e quem acompanhar a disputa pelo título na praia verá cinco surfistas da nova geração brigando com chances matemáticas de vencer. O pernambucano Cauã Nunes é o líder do ranking, mas Deyvison Santos; os locais de Stella Maris Namor Cayres e Taiwan Chan seguem de perto o líder. Mais afastado, Lucas Marcelo deve andar sonhando com o título da  categoria.

Na Iniciantes, com três vitórias em três etapas, o alagoano Wellington Reis não pode mais ser alcançado e já é o campeão que deve terminar com Bruno Marocche na segunda colocação já que ele acumula uma boa vantagem sobre o terceiro colocado.

Festival Brasileiro Amador e Baiano de Surf 2015 tem a organização da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf), Federação Baiana de Surf (FBSurf) e da Associação de Surf e Ecologia de Stella Mares (ASESM). Patrocínio de Trip Surf Wear, Governo do Estado da Bahia, Sudesb e Mariposa e o apoio de Surf Bahia, Waves, Mamute, Xisto, Backdoor e Redeoutlight.

Confira o ranking completo aqui:
http://www.cbsurf.com.br/portal/index.php/ranking/2015-amador

Ranking após 4 etapas:
Equipes:
1º) Pernambuco - 2800 pontos
2º) Bahia - 2710
3º) Rio de Janeiro -            2041
4º) Alagoas  - 1931
5º) Pará - 1590
6º) Ceará - 1207
7º) Paraíba - 810
8º) Rio Grande do Norte  - 729

Pro Junior:
1º) Wallace Junior (BA) - 2730
2º) Caua Nunes (PE) - 2149
3º) Theo Fresia (RJ) - 2039
4º) Julio Cesar (AL) - 1690

Open Masculino:
1º) Osvaldo Cajá (PE) - 1821
2º) Iago Silva - 1729
3º) Wallace Junior - 1710
4º) Lucas Silva (BA) - 1539

Open Feminino:
1º) Karol Ribeiro (RJ) - 2629
2º) Ramaiana Silveira (PE) - 2385
3º) Danielle Albuquerque (BA) - 1900
4º) Selma Silva - 1431

Júnior Feminino:
1º) Karol Ribeiro (RJ) - 2610
2º) Danielle Albuquerque (BA) - 2000
3º) Dayse Silva (PA) - 1900
4º) Carla Kaene - 810
4º) Jade Noronha - 810


Mirim:
1º) Cauã Nunes (PE) - 2629
2º) Deyvison Santos - 2556
3º) Namor Cayres (BA) - 2520
4º) Taiwan Chan (BA) - 2466

Iniciantes:
1º) Wellington Reis (AL) - 3000
2º) Bruno Marocche (BA) - 1556
3º) Nadson Costa - 900
3º) Otavio Junior (RN) - 900
5º) Hawaii Chan - 810
5º) Lucas Lisboa (PE) - 810
5º) Thiago Silva - 810


Sobre os autores:

Gabriella Simões fez Fotografia Digital no Sesc e é associada a Arfoc/Brasil através da Arfoc/BA. Miguel Brusell é formado em Comunicação Social na UFBA, tem pós em Gestão de Informações para Multimeios na FTC e bloga desde 2003.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar