» » Brasil marca no fim e vence o Peru na estreia

E não é que o craque Neymar salvou a seleção brasileira mais uma vez?!?! Com um gol e uma assistência, o camisa 10 comandou o triunfo do Brasil por 2 a 1 sobre o Peru, de virada, na estreia da Copa América, no Chile, na noite deste domingo (14).

Neymar serviu Douglas Costa que marcou o segundo.
Colaboração de texto: Felipe Santana/Bahia Notícias
Colaboração de foto: Rafael Ribeiro/CBF

Na próxima quarta-feira (17), pela segunda rodada da Copa América, o Brasil reencontra a seleção da Colômbia, na cidade de Santiago, às 21h. A partida começou e a defesa brasileira deixou o torcedor de cabelo em pé. Erro grotesco e gol do Peru. Com 2 minutos, o zagueiro David Luiz dominou na grande área e não cortou a bola. Recuou para o goleiro Jefferson, que tentou o passe para Daniel Alves, sem sucesso. Cueva domina na área, bate e abre o placar: Peru 1 a 0.

A vantagem peruana, porém, não demorou cinco minutos. Aos 4, o lateral Daniel Alves cruzou na medida e o craque Neymar, de cabeça, deixou tudo igual no placar: Brasil 1x1 Peru. O Brasil, mesmo depois do gol sofrido no começo, foi melhor tem toda primeira etapa. Aos 8, o meia Fred entrou na área e finalizou no alto. O goleiro Gallase tocou com a ponta dos dedos e mandou para escanteio.

Neymar chutou cruzado para fora.
Foi uma sequência de chances brasileira. Aos 10, o atacante Neymar chutou cruzado e mandou para fora. Pouco depois, com nova participação do atleta do Barcelona, o Brasil quase chegou à virada. Tardelli errou o arremate e a bola sobrou para o capitão brasileiro, que tirou a bola da direção do goleiro peruano. Mas, antes que ela entrasse, o zagueiro Zambrano cortou.

Além do gol, o Peru só chegou ao ataque em mais duas vezes, primeiro, aos 16 minutos. Farfán arriscou de fora e o goleiro Jefferson segurou em dois tempos.

A superioridade brasileira era facilmente percebida pelos números de finalizações na primeira etapa: 8x3. Aos 34, William teve espaço e entrou na área. Na hora do chute, entretanto, ele errou na pontaria e mandou para fora. Quem também não teve pontaria foi Diego Tardelli, após cruzamento para área.

Antes do intervalo, aos 42 minutos, Neymar serviu o lateral Felipe Luis. O camisa 6 entrou na área, passou por dois adversários, mas falhou na hora da finalização. Pegou de perna direita, que não é a boa, e isolou.

Segundo tempo

A seleção brasileira quase ficou à frente do placar, logo aos 7 minutos. Neymar bateu de fora da área, de chapa, e carimbou em cheio o travessão do Peru. E foi só de grande oportunidade dos dois lados, até aos 20 minutos. Brasil e Peru voltaram sonolentos para o segundo tempo. Muitas faltas, passes errados e poucos momentos de bom futebol.

Aos 23 minutos, em uma das poucas vezes que atacou, o lateral Daniel Alves cruzou para área e defesa peruana só cortou parcialmente. William aproveitou a sobre e encheu o pé, mas o arremate pegou em cheio no adversário e não entrou.

O Brasil novamente chegou com perigo após um erro peruano. Aos 29, Farfán cobrou falta na barreira e proporcionou o contra-ataque brasileiro. Neymar disparou com muita velocidade e serviu Douglas Costa. O camisa 7 tocou na saída do goleiro adversário, de cavadinha, mas a bola saiu lentamente pela linha de fundo.

Nos minutos finais, primeiro através de Neymar, o Brasil teve grande chance. O camisa 10 bateu da entrada da área e levou muito perigo. Depois, aos 46, o melhor atleta brasileiro serviu Douglas Costa, que tocou na saída do goleiro e selou o triunfo do Brasil.


Brasil 2 X 1 Peru - 1ª rodada da Copa América
Árbitro: Roberto Garcia (México)
Assistentes: Jose Luis Camargo e Marvin Torrentera
Gols: Neymar, Douglas Costa Brasil) / Cueva (Peru)
Cartões: Neymar, Felipe Luis (Brasil) / Guerrero, Vargas (Peru)
Brasil: Jefferson; Daniel Alves, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Fernandinho, Elias, William (Éverton Ribeiro) e Fred (Roberto Firmino), Neymar; e Diego Tardelli (Douglas Costa). Técnico: Dunga
Peru: Gallese; Advíncula, Zambrano, Ascues e Vargas; Ballón, Lobatón, Cueva (Reynar), Farfán (Carrillo) e Sanchez; Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca.



Sobre os autores:

Gabriella Simões fez Fotografia Digital no Sesc e é associada a Arfoc/Brasil através da Arfoc/BA. Miguel Brusell é formado em Comunicação Social na UFBA, tem pós em Gestão de Informações para Multimeios na FTC e bloga desde 2003.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar