Praia do Forte recebe QS 1500 do Mundial de Surf - EsporteNaRede

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Praia do Forte recebe QS 1500 do Mundial de Surf

Atletas, dirigentes, autoridades municipais e imprensa se encontraram nesta terça (12), no Tivoli Eco Resort Praia do Forte para a coletiva do Oi apresenta Praia do Forte Pro, que será disputada entre os dias 26 de abril e 1º de maio.

Por: Miguel Brusell
Foto: Gabriela Simões

Após 8 anos, um dos cinco melhores picos do Surf brasileiro, o Papa Gente da Praia do Forte, no município de Mata de São João, entra de novo no calendário da WSL South America. Desta vez, o compromisso de todos envolvidos é fazer com que o balneário do Litoral Norte do Estado receba, sempre no mês de abril, uma etapa do Mundial de Surf.

Jornalistas presentes na coletiva.
A competição é válida pelo WSL Qualifying Series, divisão de acesso do Circuito Mundial e são esperados cerca de 200 atletas de 20 países nas categorias masculina e feminina, ambas com 1.500 pontos em jogo para os campeões. Entre os homens, os atletas competirão pelo total de US$ 25 mil em prêmios. Já as mulheres terão US$ 15 mil distribuídos entre as melhores colocadas.

Para os surfistas dos países da América do Sul, o resultado também vale 1.000 pontos no ranking 2016 da WSL South America, que define o campeão sul-americano da temporada. O evento nasceu da união entre o ex-surfistas profissionais, o baiano Diego Freitas e a carioca Marina Werneck, em associação com a Outside Produções, Agência Califórnia, Zerotrês/213 Sports e MW Projetos.

Além de ser o primeiro evento da World Surf League no Brasil em 2016, o Praia do Forte Pro dá o pontapé inicial no SeaFlowers Crown of Surfing, tríplice coroa do surfe feminino no Brasil.

Felipe Freitas e Marcelo Oliveira.
Presente na coletiva, o Prefeito de Mata de São João, Marcelo Oliveira explicou os motivos da inclusão do município no calendário do surf Mundial. "Nós aqui na Praia do Forte temos o melhor destino turístico do Brasil, eu falo isto com muito orgulho. Temos uma grande estrutura hoteleira, uma gastronomia excepcional, uma natureza maravilhosa e temos, aqui, grandes eventos turísticos. O surf é uma vocação natural junto do turismo, nós temos as melhores ondas do surf, então nada mais natural que receber uma etapa do mundial. A intensão que tenhamos, todos os anos, este evento aqui conosco", revelou.

Um dos maiores responsáveis pela realização do evento na Praia do Forte, o ex-surfista profissional, Felipe Freitas comentou sobre o trabalho para a realização do evento. "Fora alguns meses de esforço coletivo. Todo mundo correndo atrás, em várias frentes e agente conseguiu. Agora, o esforço está valendo, a gente vai para cima para entregar um evento de alta qualidade, com alto nível de performance dos atletas para dar tudo certo", explicou.

Felipe com os locais de Praia do Forte.
Uma das novidades do evento será a estreia do ex-campeão mundial do QS, o baiano Armando Daltro como diretor de prova. "Encarei com muito entusiasmo participar da organização como diretor de prova, vou estar num local diferente do que eu fiz a minha vida inteira, que é estar sempre dentro d'água, agora vou atuar fora, durante este evento e espero brilhar como diretor de prova, escolhendo o momento certo para colocar as baterias dentro d'água. Espero estar com uma boa previsão de ondas, que não dificultem o meu trabalho. Algo assim, um dia de sol, 1 metro e meio de onda, sem vento, aí vai ser muito fácil trabalhar", acredita o ex-atleta.

Antes mesmo de começar, a comunidade do surf local já está feliz com o retorno da competição para o Papa Gente. "É a segunda vez que Praia do Forte sedia um mundial de Surf e fico muito feliz, eu como surfista e jornalista local, já trabalhei muito em eventos de Surf, seja como assessoria, seja como imprensa, e quando a gente vê todo este circo em nossa casa é muito satisfatória, fico muito feliz", comentou um dos primeiros surf repórteres da Bahia, Yordan Bosco que é morador de Mata de São João.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad