Cinco brasileiros passam para o sábado no Mahalo - EsporteNaRede

sábado, 31 de outubro de 2015

Cinco brasileiros passam para o sábado no Mahalo

Os baianos Bruno Galini e Yagê Araujo, os catarinenses Tomas Hermes e Yago Dora e o paulista David do Carmo, estão entre os 22 que continuam na disputa do título na etapa baiana da World Surf League.

Colaboração de texto: João Carvalho/WSL
Colaboração de foto: Daniel Smorigo

A sexta-feira amanheceu com chuva em Itacaré, mas logo o Sol apareceu para o público encher a Praia da Tiririca para assistir mais um dia de disputas decisivas no QS 6000 Mahalo Surf Eco Festival, na briga pelas últimas vagas no ranking do Qualifying Series para a elite da World Surf League no litoral sul da Bahia. A batalha começou desde a primeira bateria, iniciada as 9h00 até a última do dia, encerrada as 17h00 com a classificação de dois concorrentes, os australianos Ryan Callinan e Soli Bailey. Os brasileiros que tinham chance de entrar no G-10 perderam, mas cinco continuam na luta do título do QS 6000 de Itacaré, os baianos Bruno Galini e Yagê Araujo, os catarinenses Tomas Hermes e Yago Dora e o paulista David do Carmo.


O catarinense Yago Dora.
A sexta-feira já não começou bem para o Brasil, com os que estavam mais próximos da zona de classificação para o WCT sendo eliminados nos primeiros confrontos do dia. A primeira baixa foi o cearense Michael Rodrigues, barrado pelo australiano Cooper Chapman e o indonesiano Oney Anwar. Na segunda bateria, o baiano Bino Lopes perdeu para o catarinense Yago Dora a briga pela segunda vaga na disputa vencida por outro australiano, Connor O´Leary.

Na seguinte, o campeão do QS 6000 encerrado domingo em Florianópolis (SC), Deivid Silva, também ficou em terceiro contra o australiano Michael Wright e o americano Noah Schweizer. E o defensor do título do Mahalo Surf Eco Festival, Alex Ribeiro, um dos três brasileiros já garantidos no WCT pelo ranking do QS, foi batido pelo também paulista Renato Galvão e o baiano Yagê Araujo na bateria que fechou a segunda fase.

O baiano Bruno Galini.
Depois a chuva parou e o baiano Bruno Galini venceu a disputa pelas duas primeiras vagas para a rodada classificatória para as oitavas de final. Com a inesperada saída de Bino Lopes, Galini é o atleta da equipe Mahalo que segue na disputa do título do Mahalo Surf Eco Festival em Itacaré. Ele está sempre abrindo cada fase com vitória, desde a bateria que abriu a etapa baiana do WSL Qualifying Series na terça-feira. Na sexta-feira, Bruno derrotou três estrangeiros surfando boas ondas que valeram notas 8,50 e 7,57 para totalizar 16,07 pontos, contra o australiano Soli Bailey, o português Nic Von Rupp e o americano Tanner Gudauskas.

O australiano Davey Cathels.
"Quando eu vi essa bateria ontem (quinta-feira), eu já sabia que ia ter que surfar muito pra superar esses caras, pelo menos achar as melhores ondas pra conseguir passar, porque o nível era muito alto", disse Bruno Galini. "Mas, eu estava confiante nas esquerdas. Eu vi o Yagê (Araujo) surfando ali na bateria antes da minha e eu acreditei nelas. No começo eu não consegui pegar, mas do meio da bateria em diante eu achei duas boas para passar em primeiro. Infelizmente o Bino (Lopes) perdeu, mas aqui é uma equipe, está todo mundo tentando representar bem a Mahalo e estou feliz por continuar defendendo a marca no evento que ela patrocina".

O australiano Ryan Callinan.
Oitavas de final - Depois, Bruno Galini voltou ao mar para disputar as duas primeiras vagas para as oitavas de final do Mahalo Surf Eco Festival que abria a quarta fase da competição. E ele garantiu a Bahia e o Brasil entre os dezesseis finalistas em Itacaré, superando o paulista Thiago Camarão no penúltimo confronto do dia, vencido pelo havaiano Kiron Jabour vencendo. No último, o australiano Ryan Callinan, que defende vaga no G-10 do Qualifying Series, ganhou a bateria e o seu compatriota Soli Bailey seguiu com chances de entrar na zona de classificação para o WCT nesta etapa da Bahia, ao superar o francês Andy Criere. Callinan será o adversário de Bruno Galini na segunda oitava de final e Bailey está na primeira com o havaiano Kiron Jabour.

O paulista Deivid do Carmo.
Quando a sexta-feira começou, treze surfistas tinham chances matemáticas de ultrapassar o francês Maxime Huscenot, que está fechando a lista dos dez indicados pelo QS para completar a elite dos top-34 da World Surf League. Sete deles perderam, inclusive os quatro brasileiros que estavam na briga, o cearense Michael Rodrigues, o baiano Bino Lopes e o paulista Deivid Silva, caíram nos primeiros confrontos do dia, ainda pela segunda fase da competição. A última esperança ficou então para outro paulista, Jessé Mendes, que acabou em último na sua bateria da terceira fase, vencida pelo sul-africano Beyrick De Vries com o australiano Wade Carmichael passando em segundo.

"Hoje (sexta-feira) de manhã estava chovendo bastante e acordei meio de mau humor por causa disso", disse o único representante da África do Sul que continua na disputa do título em Itacaré, Beyrick De Vries. "Então, coloquei uma música boa quando estava vindo pra praia pra ficar mais empolgado e na hora da minha bateria o Sol apareceu e deu tudo certo. Aí conseguir surfar com a mesma vibe de ontem e estou muito feliz por passar mais uma fase".

O americano Evan Geiselman.
Chances de G-10 - Ele não está entre os seis que seguem com chances de entrar no G-10 já neste sábado em Itacaré, como o americano Evan Geiselman e os australianos Davey Cathels e Connor O´Leary, que atingem esse objetivo se chegarem nas quartas de final do Mahalo Surf Eco Festival. Os australianos Soli Bailey e Dion Atkinson ainda terão que passar mais uma fase, pois só superam os 15.100 pontos do francês Maxime Huscenot se avançarem para as semifinais. Já para o costa-ricense Noe Mar McGonagle só interessa a vitória na Bahia e ainda torcer pelo tropeço dos cinco concorrentes que estão à sua frente no ranking.

O baiano Yagê Araujo.
Connor O´Leary venceu um confronto que levantou a torcida local na Praia da Tiririca, vibrando intensamente com a participação do baiano Yagê Araujo. O norte-americano Noah Schweizer estava se classificando em segundo até o último minuto, quando Yagê arriscou um aéreo muito alto para virar o placar e avançar para a quarta fase. Ele agora vai disputar as duas últimas vagas para as oitavas de final contra dois australianos, Wade Carmichael e Michael Wright, na bateria que vai fechar a rodada dos 24 melhores na manhã do sábado.

O americano Connor O´Leary.
"A maré deu uma subida na hora da bateria e as condições ficaram mais devagar, com grandes intervalos entre as séries, mas dei sorte de pegar algumas no início para garantir minha classificação", analisou Connor O´Leary, que comentou sobre a possibilidade de entrar no G-10 no Mahalo Surf Eco Festival. "No momento estou em 22.o, mas não estou pensando muito em ranking ou vaga no CT. Eu só comecei a competir nas etapas mais importantes, de 6.000 e 10.000 pontos, na metade do ano passado, então estou apenas querendo ganhar mais experiência e vencer algumas baterias".

O argentino Santiago Muniz.
Batalha do sábado - A intensa batalha pelas últimas vagas na lista dos dez surfistas que sobem para o WCT pelo ranking do Qualifying Series, vai continuar neste sábado na Praia da Tiririca. A previsão é realizar três fases para já definir os quatro classificados para as semifinais que vão decidir o título de campeão da oitava edição do Mahalo Surf Eco Festival na manhã do domingo em Itacaré. A primeira chamada para a bateria entre o argentino Santiago Muniz, o marroquino Ramzi Boukhiam e o taitiano Mihimana Braye, foi marcada para as 8h00 do sábado na Bahia, 9h00 no horário de verão brasileiro.

O Mahalo Surf Eco Festival é realizado pela Dendê Produções com patrocínio da marca Mahalo, Prefeitura Municipal de Itacaré, Pousada Ecoporan, Secretaria de Turismo do Governo do Estado da Bahia, TV Santa Cruz e Skol. A etapa do QS 6000 sancionada pela WSL South America com premiação de 150 mil dólares, vale 6.000 pontos para o ranking mundial do WSL Qualifying Series e será transmitida ao vivo pelo www.worldsurfleague.com.

QUARTA FASE DO MAHALO SURF ECO FESTIVAL:
------1º e 2º=Oitavas de Final / 3º=17º lugar com 1.050 pontos e US$ 2.000 de prêmio:
1ª) 1-Kiron Jabour (HAV)=13.17, 2-Bruno Galini (BRA)=11.50, 3-Thiago Camarão (BRA)=8.17
2ª) 1-Ryan Callinan (AUS)=13.40, 2-Soli Bailey (AUS)=10.37, 3-Andy Criere (FRA)=9.50
--------------baterias que vão abrir o sábado:
3ª) Santiago Muniz (ARG), Ramzi Boukhiam (MAR), Mihimana Braye (TAH)
4ª) Kanoa Igarashi (EUA), Evan Geiselman (EUA), Davey Cathels (AUS)
5ª) Noe Mar McGonagle (CRI), Medi Veminardi (REU), Marco Giorgi (URY)
6ª) Dion Atkinson (AUS), Tomas Hermes (BRA), David do Carmo (BRA)
7ª) Connor O´Leary (AUS), Beyrick De Vries (AFR), Yago Dora (BRA)
8ª) Wade Carmichael (AUS), Michael Wright (AUS), Yagê Araujo (BRA)

TERCEIRA FASE - 3º=25º lugar (US$ 1.300 e 700 pontos / 4º=37º lugar ($ 1.200 e 650 pts):
1ª) 1-Bruno Galini (BRA), 2-Soli Bailey (AUS), 3-Nic Von Rupp (PRT), 4-Tanner Gudauskas (EUA)
2ª) 1-Kiron Jabour (HAV), 2-Ryan Callinan (AUS), 3-Hiroto Arai (JPN), 4-Ezekiel Lau (HAV)
3ª) 1-Andy Criere (FRA), 2-Thiago Camarão (BRA), 3-Ian Gouveia (BRA), 4-Leandro Usuna (ARG)
4ª) 1-Mihimana Braye (TAH), 2-Davey Cathels (AUS), 3-Michael February (AFR), 4-Matheus Navarro (BRA)
5ª) 1-Santiago Muniz (ARG), 2-Kanoa Igarashi (EUA), 3-Derek Peters (EUA), 4-Jadson André (BRA)
6ª) 1-Evan Geiselman (EUA), 2-Ramzi Boukhiam (MAR), 3-Granger Larsen (HAV), 4-Nomme Mignot (FRA)
7ª) 1-Noe Mar McGonagle (CRI), 2-David do Carmo (BRA), 3-Ricardo Christie (NZL), 4-Lucas Silveira (BRA)
8ª) 1-Medi Veminardi (REU), 2-Dion Atkinson (AUS), 3-Robson Santos (BRA), 4-Joan Duru (FRA)
9ª) 1-Tomas Hermes (BRA), 2-Marco Giorgi (URY), 3-Rafael Teixeira (BRA), 4-Leonardo Fioravanti (ITA)
10) 1-Beyrick de Vries (AFR), 2-Wade Carmichael (AUS), 3-Jessé Mendes (BRA), 4-Marco Fernandez (BRA)
11) 1-Connor O´Leary (AUS), 2-Yagê Araujo (BRA), 3-Noah Schweizer (EUA), 4-Cooper Chapman (AUS)
12) 1-Michael Wright (AUS), 2-Yago Dora (BRA), 3-Oney Anwar (IDN), 4-Renato Galvão (BRA)

SEGUNDA FASE - 3º=49º lugar com 400 pontos e US$ 550 / 4º=73º lugar com US$ 450 e 370 pts:
--------------baterias que abriram a sexta-feira:
21) 1-Cooper Chapman (AUS), 2-Oney Anwar (IDN), 3-Ian Crane (EUA), 4-Michael Rodrigues (BRA)
22) 1-Connor O´Leary (AUS), 2-Yago Dora (BRA), 3-Bino Lopes (BRA), 4-Ian Gentil (HAV)
23) 1-Michael Wright (AUS), 2-Caetano Vargas (BRA), 3-Deivid Silva (BRA), 4-Brent Dorrington (AUS)
24) 1-Renato Galvão (BRA), 2-Yagê Araujo (BRA), 3-Alex Ribeiro (BRA), 4-Weslley Dantas (BRA)
--------------resultados da quinta-feira)
1ª) 1-Bruno Galini (BRA), 2-Kiron Jabour (HAV), 3-Franklin Serpa (BRA), 4-Iago Silva (BRA)
2ª) 1-Tanner Gudauskas (EUA), 2-Hiroto Arai (JPN), 3-Mitch Crews (AUS), 4-Messias Felix (BRA)
3ª) 1-Ezekiel Lau (HAV), 2-Nic Von Rupp (PRT), 3-Charles Martin (GLP), 4-Yuri Gonçalves (BRA)
4ª) 1-Ryan Callinan (AUS), 2-Soli Bailey (AUS), 3-Patrick Gudauskas (EUA), 4-Paul Cesar Distinguin (FRA)
5ª) 1-Thiago Camarão (BRA), 2-Matheus Navarro (BRA), 3-Maxime Huscenot (FRA), 4-Diego Mignot (FRA)
6ª) 1-Andy Criere (FRA), 2-Michael February (AFR), 3-Nathan Yeomans (EUA), 4-Nathan Hedge (AUS)
7ª) 1-Mihimana Braye (TAH), 2-Leandro Usuna (ARG), 3-Yadin Nicol (AUS), 4-Conner Coffin (EUA)
8ª) 1-Davey Cathels (AUS), 2-Ian Gouveia (BRA), 3-Hizunomê Bettero (BRA), 4-Tristan Guilbaud (FRA)
9ª) 1-Kanoa Igarashi (EUA), 2-Granger Larsen (HAV), 3-Victor Bernardo (BRA), 4-Vicente Romero (ESP)
10) 1-Derek Peters (EUA), 2-Nomme Mignot (FRA), 3-Billy Stairmand (NZL), 4-Heitor Alves (BRA)
11) 1-Evan Geiselman (EUA), 2-Santiago Muniz (ARG), 3-Paulo Moura (BRA), 4-Takumi Yasui (JPN)
12) 1-Ramzi Boukhiam (MAR), 2-Jadson André (BRA), 3-Stu Kennedy (AUS), 4-Jean da Silva (BRA)
13) 1-Ricardo Christie (NZL), 2-Joan Duru (FRA), 3-Willian Cardoso (BRA), 4-Cory Arrambide (EUA)
14) 1-Noe Mar McGonagle (CRI), 2-Medi Veminardi (REU), 3-Luel Felipe (BRA), 4-Jatyr Berasaluce (ESP)
15) 1-Robson Santos (BRA), 2-Lucas Silveira (BRA), 3-Michael Dunphy (EUA), 4-Pedro Henrique (PRT)
16) 1-Dion Atkinson (AUS), 2-David do Carmo (BRA), 3-Dylan Lightfoot (AFR), 4-Colt Ward (EUA)
17) 1-Rafael Teixeira (BRA), 2-Jessé Mendes (BRA), 3-Mateia Hiquily (TAH), 4-Krystian Kymerson (BRA)
18) 1-Marco Giorgi (URY), 2-Wade Carmichael (AUS), 3-Halley Batista (BRA), 4-Tanner Hendrickson (HAV)
19) 1-Beyrick De Vries (AFR), 2-Tomas Hermes (BRA), 3-Timothee Bisso (GLP), 4-Parker Coffin (EUA)
20) 1-Marco Fernandez (BRA), 2-Leonardo Fioravanti (ITA), 3-Carlos Munoz (CRI), 4-Lucca Mesinas (PER)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad