Títulos de São Paulo e Rio Grande do Sul fecham Brasileiro Interclubes Cadete e Juvenil neste domingo - EsporteNaRede

Últimas

segunda-feira, 12 de setembro de 2022

Títulos de São Paulo e Rio Grande do Sul fecham Brasileiro Interclubes Cadete e Juvenil neste domingo

Além das disputas, dia ainda contou com definição dos atletas que se destacaram nas categorias cadete e juvenil nos eventos comemorativos da CBE.
 
Equipe feminina do Rio Grande do Sul  Brasileiro Interclubes Cadete e Juvenil Foto Rosele Sanchotene
Equipe feminina do Rio Grande do Sul comemora título no sabre.
Colaboração de texto: Nelson Ayres/Fato&Ação
Colaboração de foto: Rosele Sanchotene
 
O Campeonato Brasileiro Interclubes Cadete e Juvenil chegou ao fim neste domingo (11). A competição levou muita esgrima de qualidade para o Club Athletico Paulistano, sede do torneio em São Paulo-SP, nos últimos quatro dias. O encerramento do evento contou com os ouros de duas equipes juvenis paulistas e uma gaúcha. Além disso, houve a definição e entrega dos prêmios para os melhores atletas do ano em cada uma das duas faixas etárias.
 
Domingo de títulos paulistas e gaúcho
 
O florete feminino teve um uma grande campanha da equipe número 1 de São Paulo. Composto por Carolina Brecheret, Laura Papaiano, Maria Luiza Murray e Marina Pasqualetti, o time fez uma final de tirar o fôlego contra a equipe do Rio Grande do Sul (Julia Quadros, Marina Morais, Talia Calazans e Valentina Baldi).
 
Na decisão, Carolina Brecheret deu um show e foi determinante para a vitória paulista. Ela foi à pista em três ocasiões e foi cirúrgica em duas: quando São Paulo estava sendo derrotado por 20 a 9 e ela empatou o pleito e, pouco depois, quando Rio Grande do Sul estava triunfando novamente por 39 a 37 e Carolina voltou à pista para derrotar Valentina Baldi por 8 a 0. Ao final, São Paulo levou por 45 a 39. “Foi bom. Eu ainda demorei para entrar no jogo, na primeira vez que entrei (contra Talia Calazans, em que perdeu por 5 a 1) eu não consegui jogar. Mas depois eu consegui buscar com calma e, no final, deu tudo certo”, avaliou Brecheret.
 
No florete, a terceira posição ficou com outro time paulista: São Paulo 2, que foi formado por Ana Beatriz Ogata, Isis Queiroz e Thyciane Silva. Já no sabre feminino o campeonato foi gaúcho. Rio Grande do Sul – formado por Ana Clara Morsch, Eduarda Nehrke, Isabela Cunha e Laura Quevedo – teve grande desempenho para assegurar o título em território paulista. Primeiro, as gaúchas derrotaram com folga o Paraná 1 (Aydee Dias, Gabriela Portugal, Gabriela Moraes e Pietra Teixeira) por 45 a 5 na semifinal.
 
A decisão aconteceu contra as atletas da casa, o São Paulo 1 (Isabela Chen, Stella Santos, Livia Santana e Isabela Carvalho), time que passou pelas paranaenses do Paraná 2 (Alice Ivancheche, Carolina Polo, Geovana Ribas e Isabela Volaco) também por 45 a 5 na outra semi. O duelo entre os times na decisão foi acirrado e definido nos dois últimos encontros. Ao final, Rio Grande do Sul levou por 45 a 35.
 
O bronze foi decidido entre os dois selecionados do Paraná, em que o 2 bateu o 1 por 45 a 38 para ficar com o bronze. A categoria que fechou o Brasileiro Interclubes foi o florete masculino por equipes. Nela, São Paulo dominou e fez dobradinha no pódio, com o time número um ficando com o campeonato e o dois terminando com o vice.
 
A campanha de São Paulo 1 (André Mura, Ricardo Pacheco, Guilherme Murray e Rafael Tomino) foi iniciada na semifinal quando passou por Rio Grande do Sul 2 (André Hofmeister, Pedro Camargo, Henrique Camargo e Felipe Di Bari) por 45 a 16. Na final, a vítima foi São Paulo 2 (Luiz Foschini, Lorenzo Mion, Theo Cholfe e Guilherme Vianna), que complicou o embate, mas ainda assim insuficiente para frear o time conterrâneo: 45 a 40.
 
A disputa pelo terceiro lugar teve combate de gaúchos. Rio Grande do Sul 1 (Pedro Fonseca, Lucas Fonseca, Giorgio Fumagalli e Murilo Machado) acabou se dando melhor diante da segunda equipe ao triunfar por 45 a 16.
 
“Premiação Atleta Destaque 95 anos CBE”
 
Com o encerramento do Brasileiro, foram somados os pontos de todos os atletas cadetes e juvenis considerando as competições comemorativas “95 anos CBE”. No cadete, o “Atleta Destaque 95 anos CBE” foi André Mura, do Esporte Clube Pinheiros, enquanto, no juvenil, houve um empate triplo entre esgrimistas do Paulistano, Fabio Salles, Ginevra Giordano e Pietra Chierighini.
 
“É uma honra, quero agradecer muito pela premiação e incentivo. Foi um ano bom e, agora, estou fechando com chave de ouro. É minha última temporada de cadete, então está sendo muito especial receber o prêmio neste momento”, agradeceu André Mura.
 
O Campeonato Brasileiro Interclubes Cadete e Juvenil foi organizado pela Confederação Brasileira de Esgrima com apoio e parceria do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

-->