Billabong Pipe Masters pode começar em grandes ondas - EsporteNaRede

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Billabong Pipe Masters pode começar em grandes ondas

Os tubos de Pipeline e Backdoor já apareceram na terça-feira para definir os quatro finalistas da triagem que vão disputar as duas vagas para completar as baterias de Gabriel Medina e Mick Fanning.


Colaboração de texto: João Carvalho/ASP SouthAmerica
Colaboração de foto: Laurent Masurel/ASP

Confirmando as previsões, a terça-feira amanheceu com ondas desafiadoras de 6-8 pés nas bancadas de Pipeline e Backdoor na ilha de Oahu, no Havaí. Mas, como as condições iriam se deteriorar durante o dia, só foi realizado o Men´s Pipe Masters Invitational, com 31 havaianos e um australiano brigando pelas duas vagas para completar as baterias dos principais concorrentes ao título mundial de 2014 no Billabong Pipe Masters, o líder Gabriel Medina e o atual campeão do WCT, Mick Fanning. As condições do mar estavam tão difíceis que a bateria final da triagem foi adiada para abrir o próximo dia de boas ondas em Pipeline. A primeira chamada foi marcada para as 7h30 da quarta-feira no Havaí.

Os adversários dos ponteiros no ranking sairão deste confronto entre Jamie O´ Brien, Hank Gaskell, Makai McNamara e Reef McIntosh. O´Brien é o grande favorito para ficar com uma vaga. Ele já ganhou uma coroa de campeão do Pipe Masters e surfou o melhor tubo do dia nas esquerdas de Pipeline. Com a nota 9,57 desta onda, registrou imbatíveis 18,40 pontos logo no segundo confronto da terça-feira na ilha de Oahu. Certamente, O´Brien é um duro adversário para qualquer top-34 do WCT no templo sagrado do esporte. Também na primeira fase, Joel Centeio conseguiu a primeira nota 10, saindo expelido por um spray violento de um tubo incrível nas direitas do Backdoor.

No entanto, o show ficou resumido a estas duas baterias. O swell (ondulação) ainda não alinhou na bancada e as condições estavam complicadas até para os locais havaianos acharem boas ondas para completarem os tubos. O retrato da dificuldade foi o resultado das semifinais. A maior nota nas duas baterias foi 6,33 para Reef McIntosh, que garantiu a primeira vaga na decisão da triagem com o meio ponto da sua última onda. O recordista Jamie O´Brien passou em segundo lugar somando notas 2,43 e 2,17. Na outra semifinal, Makai McNamara venceu por 6,26 pontos com notas 5,83 e 0,43 e Hank Gaskell ficou com a última vaga na final com inacreditáveis 3,27 pontos das notas 2,27 e 1,00.

As condições do mar já estavam tão deterioradas, que a comissão técnica preferiu adiar a batalha final pelas duas vagas para o Billabong Pipe Masters. Esta bateria será disputada antes dos australianos Joel Parkinson e Julian Wilson e o francês Jeremy Flores entrarem no mar para abrir a rodada de apresentação dos melhores surfistas do mundo no maior palco do esporte. A grande expectativa é pela estreia dos concorrentes ao título mundial, com o defensor do título do Billabong Pipe Masters, Kelly Slater, sendo o primeiro a competir na quarta bateria. Na quinta entra o vice-líder do ranking e atual campeão mundial, Mick Fanning, depois é a vez de Gabriel Medina iniciar sua caminhada rumo ao primeiro título do Brasil na história do circuito mundial.



Título Mundial De 2014:
- Gabriel Medina - para não depender dos resultados dos adversários, confirma o título mundial quando passar para a grande final em Banzai Pipeline
- Mick Fanning - precisa no mínimo chegar nas quartas de final do Pipe Masters para igualar os 56.550 pontos de Gabriel Medina e chega a 61.350 pontos com a vitória no Havaí, conquistando o tetra se a bateria decisiva não for contra o brasileiro, que já festejaria o título com a passagem para a grande final
- Kelly Slater - necessita unicamente da vitória para alcançar 58.300 e superar os atuais 56.550 pontos de Gabriel Medina, mas o brasileiro acaba com as suas chances se passar para a quarta fase em Pipeline. Se a briga ficar contra Mick Fanning, sua situação fica igual a do Medina com ele, ou seja, garante o título se passar para a grande final, quando atinge 59.350 pontos

Chances De Gabriel Medina:
- Medina em 25º ou 13º lugar na terceira fase com 56.550 pontos - será campeão mundial se Kelly Slater não vencer o Pipe Masters e Mick Fanning não chegar nas quartas de final, quando iguala os pontos do brasileiro

- se ficar em 9º lugar sem vencer na quarta e quinta fase com 58.800 pontos - acaba com as chances de Kelly Slater quando passar da terceira fase e obriga Mick Fanning a ser finalista em Pipeline para superar sua pontuação com 59.350 pontos
- em 5º lugar nas quartas de final com 60.000 pontos - Mick Fanning passa a precisar da vitória no Pipe Masters para impedir o primeiro título de um brasileiro no Circuito Mundial
- em 3º lugar nas semifinais com 61.300 pontos - Mick Fanning continua necessitando unicamente da vitória no Havaí para atingir 61.350 pontos
- Campeão Mundial com a classificação para a final do Billabong Pipe Masters, garantindo imbatíveis 62.800 pontos nas nove etapas computadas no ranking do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour 2014.


FINAL DA TRIAGEM QUE CLASSIFICA OS DOIS PRIMEIROS PARA O EVENTO PRINCIPAL:
Jamie O´Brien (HAV), Reef McIntosh (HAV), Makai McNamara (HAV), Hank Gaskell (HAV)


PRIMEIRA FASE DO BILLABONG PIPE MASTERS - Vitória=Terceira Fase / 2.o e 3.o=Repescagem:
1.a: Joel Parkinson (AUS), Julian Wilson (AUS), Jeremy Flores (FRA)
2.a: Michel Bourez (TAH), Sebastian Zietz (HAV), Glenn Hall (IRL)
3.a: John John Florence (HAV), C. J. Hobgood (EUA), Raoni Monteiro (BRA)
4.a: Kelly Slater (EUA), Matt Wilkinson (AUS), Mitch Coleborn (AUS)
5.a: Mick Fanning (AUS), Adam Melling (AUS), classificado da triagem havaiana
6.a: Gabriel Medina (BRA), Aritz Aranburu (ESP), classificado da triagem havaiana
7.a: Jordy Smith (AFR), Jadson André (BRA), Travis Logie (AFR)
8.a: Kolohe Andino (EUA), Frederick Patacchia (HAV), Brett Simpson (EUA)
9.a: Josh Kerr (AUS), Kai Otton (AUS), Mitch Crews (AUS)
10: Owen Wright (AUS), Adrian Buchan (AUS), Alejo Muniz (BRA)
11: Nat Young (EUA), Filipe Toledo (BRA), Tiago Pires (PRT)
12: Bede Durbidge (AUS), Miguel Pupo (BRA), Dion Atkinson (AUS)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad