ASA Valoriza seus ídolos com bela homenagem - EsporteNaRede

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

ASA Valoriza seus ídolos com bela homenagem

Em um disputado campeonato envolvendo as categorias Open, Master e Salva Surf, a Associação de Surf de Amaralina prestou uma justa homenagem  a Nelson Moreira, o Nenel e Jorge Marttins, o Molenga dois surfistas que trouxeram muitas conquistas para o Bairro.

Por: Miguel Brusell
Fotos: Gabriela Simões

Com mais Kilômetros na longa estrada do Surf Baiano, Nenel gravou  seu nome na história com muita coragem e atitude em Mares em que a maioria prefere ficar só na beira, admirando o  tamanho das Ondas. Como atleta participou de muitos campeonatos, vencendo alguns, mas, acima de tudo, passando por cima de vários paredões de preconceitos numa época em que o surf era  um esporte de "Playboizinho".

Como Shaper, Nenel começou cortando e empenando o "Madeirite" de surfistas como Olímpio Batista, o Olimpinho, Neidson de Jesus e muitos outros garotos do Nordeste de Amaralina que não tinham condições de comprar uma prancha de Fibra. Atualmente é um dos maiores fabricantes do Brasil de pranchas para o Body Surf, o Surf de Peito ou Jacaré, como chamavam os mais antigos.


Outro capítulo especial deste genuíno Water Man baiano é a sua atuação como  Salva Mar. Nas últimas quatro edições do Campeonato Brasileiro de  Salvamento Aquático, promovido pela Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático, (SOBRASA), Nenel venceu a categoria do resgate com Pranchão. Este ano ainda levou de quebra a categoria de Duatlon de prancha com natação.

Bastante emocionado, Nenel contou um pouco da sua trajetória. "Foi com muita coragem, força, determinação e trabalho que atingi meus objetivos. O que tenho para dizer aos mais jovens é sobre a importância da prática dos Esportes Aquáticos. Através dos esportes aquáticos é possível se tornar um bom guardião de piscina ou de praia", revela com humildade.

Segundo o presidente da Asa, Fernando Guedes, além da justa homenagem aos ídolos do passado, a competição, também, tem outro objetivo. "Além da homenagem, a competição tem o objetivo de formar novos talentos em um momento em que o surf baiano tem deixado a desejar quando acontece um Brasileiro, onde temos poucos representantes nas categorias dos atletas mais novos, entre oito a 12 anos", revela o dirigente.

Além de formar atletas, a Associação de  Surf de Amaralina também tem objetivos sociais. "Desde 2012, quando tivemos a felicidade de nos registrarmos na Receita Federal, que o trabalho da Asa é formar atletas e,além  disto, realizar trabalhos culturais e desportivos para que a comunidade possa ter um ponto de referência e praticar uma atividade física como a Capoeira e até aulas de Francês e Inglês, disponibilizamos, através de permutas com alunos de Capoiera. E também temos aula de Dança", revela Marco Almeida, Diretor Técnico da ASA.

Entre as próximas aposta do  Bairro de Amaralina está o atleta Ives Costa, de 16 anos, que venceu as categorias Open e Local. "O  final de semana foi bem legal, comevento da Asa, de Amaralina. Fico super feliz de ter faturado as duas categorias,como no ano passado que também venci as duas, então só alegria. Agradecer  a Deus, meus patrocinadores, a vibe do pessoal, na Praia, isso tudo refletiu dentro da água", explicou o vencedor.



  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad