Sem depender de Messi, Argentina volta à semifinal - EsporteNaRede

Últimas

sábado, 5 de julho de 2014

Sem depender de Messi, Argentina volta à semifinal

A Argentina passou pela fase de grupos graças a lances geniais de Lionel Messi, mas aos poucos mostra que pode contar com seus outros craques para se manter na briga pelo título.

Fonte e foto: FIFA.com/© Getty Images

Após Ángel di María ser decisivo contra a Suíça nas oitavas de final, nas quartas foi a vez de Gonzalo Higuaín deixar o seu contra a Bélgica e colocar sua seleção na semifinal da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. No Estádio Nacional de Brasília, os bicampeões mundiais venceram por 1 a 0 e ficaram a dois passos da conquista.

Mais ainda, a Argentina está de volta às semifinais da Copa do Mundo após 24 anos. Vice-campeã em 1990, a equipe sul-americana caiu nas quartas de final nas duas últimas edições com derrotas para a Alemanha. No dia 9 de julho, os argentinos vão à Arena de São Paulo para o jogo contra Holanda ou Costa Rica, em busca da quarta decisão em Mundiais.

Eleito o Craque do Jogo Budweiser, Higuaín não marcava pela seleção argentina desde agosto de 2013, mas encerrou o jejum com um golaço. Ainda no início da partida, o jogador do Napoli aproveitou uma bola desviada na zaga, pegou de primeira e acertou as redes em cheio, sem chances para Courtois.

A Bélgica só ofereceu maior perigo a Romero no segundo tempo. No entanto, a defesa da Argentina aguentou bem a pressão e deixou o campo sem ver sua meta vazada pela terceira vez em cinco partidas no Brasil. A Bélgica se despede da Copa com a sua melhor campanha desde a semifinal de 1986, empurrada por uma talentosa geração.

Os “Diabos Vermelhos” terminaram na liderança do Grupo H com três vitórias e eliminaram os EUA nas oitavas, mas não conseguiram parar a primeira seleção campeã que encontraram. Mesmo sem marcar gols, Messi fez uma de suas melhores partidas no torneio. O atacante do Barcelona chegou a ficar cara a cara com Courtois no finalzinho, mas o goleiro belga impediu que ele ampliasse o placar.

A má notícia para a Argentina foi a lesão muscular que tirou Di María ainda no primeiro tempo. Os sul-americanos torcem para sua recuperação até a próxima quarta-feira para que o time siga tendo boas apresentações de todos os seus principais jogadores.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

-->