Temer quer transferir dinheiro do esporte para segurança - EsporteNaRede

terça-feira, 12 de junho de 2018

Temer quer transferir dinheiro do esporte para segurança

A CBTM denunciou hoje (12) que, através de medida provisória, o Presidente da República quer retirar mais de 70% dos recursos do Ministério do Esporte e de entidades fomentadoras do esporte brasileiro com a MP da Segurança.

Temer quer transferir dinheiro do esporte para segurança.
Da redação com informações de Claudia Mendes/Marcio Menezes/CBMT
Colaboração de foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) emitiu seu apoio ao manifesto assinado por 23 confederações e entidades representativas do esporte nacional contra a Medida Provisória publicada pelo Governo Federal, que retira recursos do esporte para a criação do Fundo Nacional de Segurança.

Na prática, a medida diminui em mais de 70% os repasses das loterias para o Ministério do Esporte e outras entidades fomentadoras do esporte e deverá ter sérias consequências para o esporte brasileiro em curto prazo, com reflexos diretos nas categorias de base e na preparação dos atletas para o Pan-Americano de Lima, em 2019, e os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

A medida provisória foi publicada nesta segunda (12) pela Presidência da República, cria o Fundo Nacional de Segurança e retira recursos do esporte redirecionando-os para a segurança pública. Segundo a entidade, esta medida, somada à progressiva diminuição de orçamento do Ministério do Esporte e ao contingenciamento anual, coloca em risco a viabilidade do setor esportivo no país, com graves impactos na educação, saúde, segurança pública, desenvolvimento social e na geração de oportunidades para milhões de crianças e jovens carentes no país.

Entendemos que a segurança é uma área de suma importância, que atravessa uma crise sem precedentes. Mas ressaltamos que a redução da criminalidade e da violência passa pela melhoria da educação, da redução da desigualdade, da geração de emprego, dentre outras tantas políticas com as quais o esporte só tem a contribuir.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad