» » João Lucas Reis vence na estreia do 33º Bahia Juniors Cup

Favorito, João Lucas Reis avança em Salvador para a terça que também terá estreia de Raí Araújo, de 16 anos, filho de feirante e empregada doméstica que joga seu primeiro torneio mundial.

Natan Rodrigues estreia 7h no 33º Bahia Juniors Cup.
Colaboração de texto: Fabrizio Gallas/GallasPress
Colaboração de fotos: Bruno Rocha/Juarez Matias/GallasPress

A terça será o dia da estreia do baiano Natan Rodrigues na chave principal da categoria mundial da 33ª edição do Bahia Juniors Cup, a maior competição juvenil do Norte/Nordeste, evento Grau 3 em pontuação, terceiro mais valioso do país que é jogado no Clube Bahiano de Tênis, em Salvador (BA). A entrada do público é gratuita no evento que encerra as comemorações do Centenário do clube.

Natan Rodrigues, de 15 anos, jogará não antes das 17h contra seu amigo e parceiro de duplas , Bruno Oliveira. Campeão do Bahia Juniors Cup em 2015 na categoria 14 anos, ele joga seu terceiro torneio mundial na categoria até 18 anos com uma semifinal e outra oitavas de final na bagagem em eventos na Argentina. O soteropolitano vem direto de Budapeste, na Hungria, onde representou o Brasil na Copa Davis Juvenil, o Mundial até 16 anos. Seu voo aterriza na capital baiana na manhã desta terça-feira e o jogador vem em busca de superar o cansaço da longa viagem pela vitória.

"Foi uma experiência boa aqui em Budapeste, estar acompanhado dos melhores do mundo na categoria realmente foi ótimo pra mim. Pude treinar com alguns dos atletas e também com os próprios brasileiros que estão em um ótimo nível", disse Natan: "Chego motivado, espero jogar bem, esquecer esse lado do cansaço e impor o meu jogo para sair com a vitória", seguiu o tenista que ainda disputará duplas na noite de terça-feira ao lado de seu rival de simples.

Seu treinador, Evaldo Júnior, comentou a boa fase e expectativas do pupilo para o evento: "Nossa expectativa quando ele começou a jogar 18 anos era começar a pontuar e ganhar experiência para 2018 pra jogar competições cada vez maiores e já no segundo ano na categoria entrar nos Grand Slams, essa é a nossa idea a médio e longo prazo. Foi um pouco acima da nossa expectativa esses dois primeiros torneios dele na Argentina, foi muito bom também ele ter passado uma semana na Espanha antes do Mundial treinando com Galo Blanco que é técnico de Andrey Rublev (fez quartas do US Open no profissional), Karen Khachanov, e depois a participação na Copa Davis juvenil que fi uma grande experiência, ele vai vir pro Bahia Juniors Cup muito motivado. Ele desistiu de passar mais uma semana de treino na Espanha para participar do evento aqui, chegará um pouco cansado, mas muito motivado com o Axé da Bahia para poder ir bem" afirmou o treinador.

A terça-feira será o dia da estreia de Raí Araújo, de 16 anos, que passou o qualificatório. Filho de feirante, seu pai mata porcos e de na feira em Maceió (AL), e de mãe que trabalha como empregada doméstica e cozinheira em academia de tênis em São Paulo, o jogador veio pra Salvador com vaquinha de treinadores e professores do local onde treina na capital paulista e vai disputar seu primeiro evento mundial na carreira. Ele pega o americano Milledge Cossu.

O baiano João Lucas Reis vence na estreia.
Favorito, João Lucas Reis vence na estreia - O pernambucano João Lucas Reis, 106º do ranking mundial e principal favorito ao troféu, teve uma ótima estreia na principal quadra do Clube Bahiano de Tênis aplicando um dupl 6/1 no qualifier Lucas Gessner: "Esperava um jogo duro, o cara veio do quali, com ritmo, mas consegui jogar bem, sólido, percebi que ele estava cometendo muitos erros, não dei nenhum ponto de graça pra ele e fui bem", apontou o jogador semifinalista do ano passado e que minimiza a pressão por ser o cabeça de chave 1. João vem de uma série no piso duro onde disputou o qualifying do US Open. Este ano ele passou o qualie disputou a chave principal do maior torneio do mundo, Wimbledon: "Venho de três torneios na América do Norte no piso duro, me sinto bem na quadra rápida e sempre bem quando jogo aqui na Bahia. A pressão sempre existe, é saber lidar com ela".

João Lucas enfrenta nas oitavas de final o brasileiro Artur Toledo que passou por Rodolfo Hasegawa com 6/0 6/3. Dois argentinos favoritos avançaram. Boruch Skierkier e Santiago La Fuente, cabeças de chave 4 e 7 ganharam na estreia do evento.

Tradição de revelar grandes talentos. Gustavo Kuerten já disputou torneio e fez final contra baiano - O Bahia Juniors Cup tem tradição de revelar grandes talentos do esporte do país. Pelo evento, que acontece desde 1985, já passaram nomes como Gustavo Kuerten, campeão na categoria 16 anos derrotando no terceiro set o baiano Duda Catharino Gordinho, Fernando Meligeni, Teliana Pereira, o atual número 1 do mundo e campeão de Wimbledon, Marcelo Melo Jaime Oncins, Flavio Saretta, André Sá, entre outros.

Ano passado os dois campeões foram brasileiros, Thiago Wild e Thaísa Pedretti, e fizeram bons papeis nos Grand Slams em 2017. Wild fez quartas em Roland Garros, ganhou importante torneio na Itália, em Santa Croce, e fez semi de duplas do US Open se consolidando entre os 20 melhores juniores do planeta e Pedretti passou rodada em Wimbledon entrando no top 50 da categoria. Participante em 2015, Felipe Meligeni foi campeão de duplas do US Open ano passado e campeão Sul-Americano na Argentina, e hoje já soma seus primeiros pontos no profissional assim como Wild e Pedretti.

Resultados de momento desta Segunda-Feira (25/09):
(1) João Lucas Reis (BRA) 2x0 (Q) Lucas Gessner (BRA) 6/1 6/1
(4) Boruch Skierkier (ARG) 2x0 Miguel Froelich (BRA) 6/1 6/2
(7) Santiago La Fuente (ARG) 2x0 Miguel Danelon (BRA) 6/0 7/5
Arthur Toledo (BRA) 2x0 Rodolfo Hasegawa (BRA) 6/0 6/3
Rafael Marques (BRA) 2x1 Lucas Ribeiro Dini (BRA) 6/4 2/6 6/1
Victor Pilla (BRA) 2x1 Eduardo Lobo (BRA) 7/6 (7/2) 4/6 6/4
Lucca Silva (BRA) 2x1 Nino Portugal (BRA) 4/6 6/2 6/1
Rodrigo Carvalho (BRA) 2x0 Matheus Correa (BRA) 6/0 6/3

A 33ª edição do Bahia Juniors Cup Bahia Juniors Cup conta com os patrocínio do Governo do estado da Bahia pela Sudesb e da Construtora Moura Dubeux e apoio da Gatorade, Cassi Turismo e Águas Meleva. O evento é chancelado pela Federação Bahiana de Tênis, Confederação Brasileira de Tênis, Federação Internacional de Tênis e Confederação Sul-Americana de Tênis, o Cosat.

Quando: 23 até 30 de Setembro
Onde: Clube Bahiano de Tênis
Endereço: R. Oito de Dezembro, 525 - Barra, Salvador - BA
Entrada Gratuita
Horário de Início de Segunda até Quinta-Feira: 9h
Rodada Noturna a partir das 17h até quinta-feira, dia 28


Sobre os autores:

Gabriella Simões fez Fotografia Digital no Sesc e é associada a Arfoc/Brasil através da Arfoc/BA. Miguel Brusell é formado em Comunicação Social na UFBA, tem pós em Gestão de Informações para Multimeios na FTC e bloga desde 2003.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar