» » » Os motores do Kart ainda roncam e o pulso ainda pulsa

Uma das modalidades mais tradicionais do Esporte Baiano, com mais de 40 anos de disputa, o Kartismo perdeu o seu principal palco, mas os pilotos ainda pisam fundo atrás da emoção da velocidade.

O Baiano de Kart volta ao kartódromo de Ipitanga à neste domingo.
Por: Miguel Brusell
Foto: Gabriela Simões

Depois de quatro anos, o Campeonato Baiano de Karts volta a ser realizado com a disputa do Troféu Lelo Bala, neste domingo (7), a partir das 10 horas, no que restou do Kartódromo Ayrton Senna, em Lauro de Freitas. Em 2013, a Associação Bahiana de Karts (ABK) perdeu a casa própria, o Kartódromo Ayrton Senna, com a promessa de construção de outro em um novo local.

Enquanto a Federação de Automobilismo da Bahia (FAB), junto com a Prefeitura de São Francisco do Conde e o Governo do Estado, através do Faz Atleta, iniciam construção no novo kartódromo no Complexo Automobilístico do Município do Reconcavo Baiano, os motores do Kart baiano voltam a roncar no histórico Circuito de Lauro de Freitas.

Por enquanto, a solução foi "ajeitar" o Campeonato Baiano no que restou da pista do kartódromo que levava o nome do maior ídolo do automobilismo brasileiro. Nesta edição, o Campeonato Baiano terá disputas nas categorias Sport 400 A, para pilotos experientes; Sport 400 B, para novatos e a estreia da inédita categoria Rental, disputada com Karts alugados.

A nova categoria tem a missão de atrair novos pilotos para o Campeonato Baiano. "A categoria Rental será disputada por duplas, com Karts alugados, com o custo muito baixo por corrida, com objetivo de atrair novos pilotos que estão sem Kart para competir", revela o Diretor Técnico da ABK, Euvaldo Luz.


Sobre os autores:

Gabriella Simões fez Fotografia Digital no Sesc e é associada a Arfoc/Brasil através da Arfoc/BA. Miguel Brusell é formado em Comunicação Social na UFBA, tem pós em Gestão de Informações para Multimeios na FTC e bloga desde 2003.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar