» » Lauro de Freitas quer salvar o Rio Sapato

Surfistas, ecologistas, ambientalistas e demais moradores locais querem garantias de que sejam ecologicamente corretos, os  procedimentos de reversão da drenagem da Lagoa da Base e da Rua da Irmandade para o Rio Sapato.

Por: Miguel Brusell
Fotos: Coletivo do Bem

Para chamar atenção para o problema, a comunidade está convocando a população para uma "Remada protesto pela revitalização do Rio Sapato" neste Domingo (11), com concentração a partir das 8 horas e saída às 9 horas em frente ao Centro Pan-Americano de Judô, em Ipitanga, Lauro de Freitas, seguindo até a foz, no Rio Joanes.

Link para assinar Petição Pública.

A ação está sendo organizada por um grupo denominado "Coletivo do Bem", que envolve surfistas, banhistas, moradores e pequenos empresários locais. Recebendo águas das lagoas de Praia do Flamengo, o Rio Sapato possui, aproximadamente, 7 km de extensão entre Salvador e Lauro de Freitas banhando bairros de ambas cidades.

Atualmente, mais de 170 mil habitantes das duas cidades lançam dejetos das suas residências e dos estabelecimentos comerciais no rio, que corre em direção ao Rio Joanes, onde deságua. Já o Rio Joanes desemboca no mar, na divisa entre Vilas do Atlântico e Buraquinho e é responsável por 40% do abastecimento de água em Salvador e Lauro de Freitas.

Além desta agressão da própria população, uma obra realizada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) está gerando reclamações que motivaram o protesto. Segundo o projeto, será feita uma canalização dos dejetos da Lagoa da Base, que fica próxima ao Aeroporto Luis Eduardo Magalhães, para o Rio Sapato, deixando-o mais poluído do que já está.

Para chamar atenção da comunidade e das autoridades responsáveis, os organizadores convocam remadores com  experiência em remar em locais difíceis para levar a sua prancha de Stand Up e a população em geral para juntar-se ao movimento fazendo parte da caminhada que seguirá acompanhando a remada.


Sobre os autores:

Gabriella Simões fez Fotografia Digital no Sesc e é associada a Arfoc/Brasil através da Arfoc/BA. Miguel Brusell é formado em Comunicação Social na UFBA, tem pós em Gestão de Informações para Multimeios na FTC e bloga desde 2003.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar