» » Miguel Pupo estreia bem no Praia do Forte Pro

Apenas os homens competiram no segundo dia da nova etapa do QS 1500 da Bahia e Miguel Pupo é a estrela do CT entre os que estão prestigiando o retorno da Praia do Forte ao Circuito Mundial.

Miguel Pupo.
Colaboração de texto: Jiovani Soeiro/Taurus Comunicação
Colaboração de foto: Luca Castro/Taurus Comunicação

O segundo dia do Oi apresenta QS 1500 Praia do Forte Pro foi marcado pela estreia do brasileiro Miguel Pupo, único surfista do CT na disputa da etapa baiana do World Surf League Qualifying Series. Com notas 7.5 e 7.1, ele liderou a última bateria da quarta-feira e avançou para a terceira fase. Cotado como um dos principais favoritos ao título, ele nega que tenha qualquer tipo de vantagem sobre os concorrentes nas ondas do Papagente na Praia do Forte, em Mata de São João, litoral norte da Bahia.

Miguel Pupo.
"Não existe favoritismo. Sou um atleta como outro qualquer", disse Miguel Pupo. "Todos os surfistas que estão aqui são de muita qualidade. Vim exatamente para pegar a energia dessa galera que está chegando. Lembro dos tempos que eu também vivia essa fase. É uma vontade muito grande de fazer bonito. E o que eu quero é melhorar a cada bateria para sair daqui com um bom resultado".

Impressionado com a beleza natural da Praia do Forte, Pupo não economizou elogios à praia do Papagente, onde estão acontecendo as baterias. "É um visual incrível, uma reserva rodeada de coqueiros. Muito bonito também dentro d’água. O fundo é de coral, que é muito raro aqui no Brasil. Enfim, é tudo muito diferente de qualquer lugar que já fui. Gostei muito, recomendo a todos e pretendo voltar", destacou.

Junto com Miguel Pupo, outro brasileiro brilhou em águas baianas. Pelo segundo dia consecutivo, Alan Jhones deu um verdadeiro show e conseguiu emplacar várias manobras com alto grau de dificuldade, que lhe renderam notas 8.75 e 7.65. De acordo com o potiguar, o bom rendimento é fruto de muito treinamento específico para o tipo de onda existente na Praia do Forte.

Alan Jhones.
"O foco no meu treino ficou totalmente voltado para esse tipo de onda, quando me falaram que havia uma direita na bancada e que ela seria uma boa opção para mim", revelou Alan Jhones. "Vou continuar insistindo nelas. Estou conseguindo me encaixar e acreditando muito naquela direita. Estou com uma energia tão legal com ela que não consigo ir para a esquerda. Venho de um treinamento nas direitas. Foram oito dias de muito treino e consegui deixar o meu frontside afiado. A expectativa é a melhor possível e espero que continue dando certo até o fim, que as direitas continuem aparecendo".

Torcida local

Anfitriões, os baianos compareceram em bom número para prestigiar Marco Fernandez, filho da terra que também estreou no Oi apresenta QS 1500 Praia do Forte Pro nesta quarta-feira (12). "Marquinho", como é chamado pela torcida, não decepcionou. Com manobras ousadas, finalizou a bateria na liderança com 13 pontos, deixando para trás o peruano Juninho Urcia e os brasileiros Luan Carvalho e Luan Wood.

Marco Fernandez.
Exigente, o atual número 21 do QS ranking, garantiu empenho para melhorar a cada bateria. "Estou em busca do meu melhor. É muito bom surfar diante da minha família e dos meus amigos. Tenho tido uma boa sequência, mas não estou satisfeito. Sei que posso melhorar. Quero e sei que vou conseguir dar muitas alegrias ao povo da minha terra e ao brasileiro que ama o surfe. Todos podem ter a certeza de que continuarei me dedicando bastante para ter resultados positivos de forma contínua", disse Fernandez.

Outro baiano que levantou a galera foi Wallace Sampaio, que se garantiu na próxima fase com uma nota 6 na última onda. Com o resultado, ele superou os brasileiros Hizunomê Bettero e Raphael Seixas.

A torcida local vibrou ainda com os bons rendimentos dos conterrâneos Aurélio Souza e Bruno Galini. Ambos lideraram suas respectivas baterias e estão na terceira fase do Oi apresenta QS 1500 Praia do Forte Pro.

Nesta quinta-feira (28), as baterias estão com previsão de começarem a partir das 8h.


Oi apresenta o Praia do Forte Pro junto com o Governo do Estado da Bahia, por meio da SETRE (Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte - Programa Faz Atleta), que ainda conta com o patrocínio da Billabong, Tivoli Eco Resort Praia do Forte, Skol Ultra e Prefeitura de Mata de São João, além do apoio da Federação Baiana de Surf, da Associação de Surf da Praia do Forte, ZooM Comunicação, Gocil e Turisforte.



Sobre os autores:

Gabriella Simões fez Fotografia Digital no Sesc e é associada a Arfoc/Brasil através da Arfoc/BA. Miguel Brusell é formado em Comunicação Social na UFBA, tem pós em Gestão de Informações para Multimeios na FTC e bloga desde 2003.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar