Chile faz 2 a 0 e vence o Brasil depois de 15 anos - EsporteNaRede

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Chile faz 2 a 0 e vence o Brasil depois de 15 anos

A Seleçao Brasileira começou com o pé esquerdo nas Eliminatórias da Copa do Mundo 2018.

Colaboração de texto: Edimário Duplat/Bahia Notícias
Fotos: Reprodução

Jogando em um Estádio Nacional lotado, a equipe comandada por Dunga foi derrotada pelo Chile por 2 a 0 e tem a sua pior estreia na qualificatória para um Mundial de futebol. Apático, o time canarinho não esboçou muitos lances de ataque e viram La Roja quebrar um tabu de 15 anos contra o Escrete Canarinho

Com formações bastante distintas, Brasil e Chile iniciaram o confronto timidamente com os anfitriões explorando as laterais para chegar ao gol adversário. Sendo assim, o primeiro lance de perigo aconteceu aos quatro minutos, quando Vargas chutou cruzado para defesa de Jefferson.

Tocando mais a bola, o Brasil esperava uma falha na defesa do seu adversário para poder surpreender em um lance de velocidade. Entretanto, foi em um lance de falta que a Seleção conseguiu chegar ao gol de Bravo. Aos nove, Hulk chutou firme e rasteiro passando perto da meta chilena.

Mesmo sem muita efetividade dos dois lados, o Chile demonstrava melhor domínio e conseguia levar a bola até o gol canarinho. Já a equipe comandada por Dunga explorava os cruzamentos para furar o bloqueio feito pela defesa da Roja no Estádio Nacional.

Ao longo do primeiro tempo, as duas equipes seguiram produzindo pouco no Estádio Nacional. Anulando as jogadas chilenas, o Brasil pecava pela falta de criatividade de sua parte ofensiva e não levava perigo ao gol de Bravo.

Com marcação forte e muitos erros dos dois lados, as equipes não conseguiam produzir um bom futebol e deixavam a desejar nos lances de ataque. Aos 36, David Luiz acabou sentindo o joelho e deu lugar a Marquinhos, enquanto Mark González substituiu Francisco Silva pela Roja.

Sendo assim, aos 42, foi o volante chileno que iniciou boa jogada pela lateral direita e tocou para Sánchez, que deu um belo chute para acertar o travessão de Jefferson. Logo depois, aos 44, uma falha na zaga anfitriã quase terminou no gol do Brasil com Hulk, que chuta cruzado e vê Bravo defender em dois tempos. Já aos 46, o atacante brasileiro arriscou de fora da área e viu o arqueiro interceptar mais uma vez para evitar o tento dos visitantes.

Segundo tempo

Na segunda etapa, as duas equipes reiniciaram o confronto com muita velocidade para tentar surpreender a defesa rival. Com isso, aos três minutos, Oscar partiu sozinho pela esquerda, mas acabou anulado na conclusão. Logo depois, aos cinco, o Escrete Canarinho teve outra boa chance em lance de falta que foi desperdiçada pelo meia do Chelsea.

Respondendo rapidamente, o Chile começou a assustar a defesa brasileira. Aos 11, em contra-ataque veloz, a bola foi rebatida pela defesa e sobrou para Isla que chutou de longe e acertou mais uma vez a trave de Jefferson. Logo depois, aos 13, Alexis Sánchez dominou na meia lua e se desequilibrou caindo sobre a bola.

Com maior força no ataque da Roja, o Brasil tentava surpreender nos contra-ataques, mas não conseguia vencer a marcação dos comandados de Sampaoli. Aos 22, o Chile perdeu um dos melhores lances do jogo com Mark González, que recebeu belo passe de Vidal e chutou cruzado sem achar um companheiro para a finalização.

A pressão chilena surtiu efeito aos 26 minutos. Em lance de falta, a bola foi alçada na área e sobrou para Vargas chutar de primeira para fazer a alegria dos presentes no Estádio Nacional.

Com a entrada de Ricardo Oliveira, a equipe treinada por Dunga passou a assustar e levar perigo a meta chilena. Aos 32, William faz arrancada pela direita e viu o atacante do Santos chegar atrasado na bola. Logo depois, o artilheiro do brasileiro teve outra chance e chutou em cima da zaga vermelha.

Ao final do confronto, o Chile resolveu a partida e confirmou a sua vitória. Aos 44, Aléxis Sánchez fez tabela com Vidal e tocou na saída do goleiro brasileiro para sepultar o triunfo de sua equipe na partida. Sem reação, o Brasil ainda assistiu o atual campeão continental quase chegar ao terceiro, mas acabou segurando o resultado de dois tentos a zero na cidade de Santiago.

Agora, o Brasil viaja para Fortaleza, onde enfrenta a Venezuela. Já o Chile joga fora de casa e enfrenta o time do Peru no Clássico do Pacífico.


Chile 2 X 0 Brasil - Eliminatórias da Copa do Mundo
Árbitro: Roddy Zambrano (Equador)
Assistentes: Christian Lescano e Byrom Romero (ambos do Equador)
Gols: Vargas, Sánchez
Cartão Amarelo: Marcelo Díaz
Chile:Claudio Bravo, Mauricio Isla, Gary Medel, Gonzalo Jara e Francisco Silva (Mark González); Marcelo Díaz (Vilches), Beausejour, Arturo Vidal e Jorge Valdivia (Matías Fernández); Eduardo Vargas e Alexis Sánchez. Técnico: Jorge Sampaoli
Brasil:Jefferson; Daniel Alves, Miranda, David Luiz (Marquinhos) e Marcelo; Luiz Gustavo (Lucas Lima), Elias, Oscar e Willian; Douglas Costa e Hulk (Ricardo Oliveira). Técnico: Dunga


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad