Filipe e Mineirinho já estão nas quartas do Rip Curl Pro - EsporteNaRede

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Filipe e Mineirinho já estão nas quartas do Rip Curl Pro

O líder do ranking mundial, Filipe Toledo, fez um novo recorde em Bells Beach na segunda-feira e Adriano de Souza bateu até Kelly Slater, que vai enfrentar Gabriel Medina na quinta fase, com Jadson André encarando Mick Fanning.

Colaboração de texto: João Carvalho/ASP South America
Colaboração de foto: Kelly Cestari/Kirstin Scholtz/ASP

Mais um show de Filipe Toledo nas ondas de Bells Beach garantiu 100% de vitórias do Brasil na terceira fase do Rip Curl Pro na Austrália. Filipinho usou os aéreos e a sua incrível variedade de manobras modernas e progressivas para estabelecer um novo recorde de 18,57 pontos para a segunda etapa do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour. O campeão mundial Gabriel Medina, Adriano de Souza e Jadson André, já haviam derrotado os seus adversários e depois Filipe e Mineirinho ainda conquistaram classificação para as quartas de final na última rodada da segunda-feira de boas ondas no Bowl de Bells e em Rincon. Medina e Jadson perderam e vão ter que disputar a quinta fase que vai abrir a terça-feira. O campeão mundial enfrenta a fera Kelly Slater na primeira bateria e o potiguar encara o defensor do título desta etapa, Mick Fanning, na terceira.

O vencedor do confronto entre Medina e Slater será o adversário de Adriano deSouza na abertura das quartas de final. Com a eliminação do australiano Julian Wilson na segunda-feira, Mineirinho agora já defende o segundo lugar no ranking que passa a ter dois brasileiros liderando a corrida pelo título mundial neste início de temporada na Austrália. Ele primeiro liquidou o australiano Adam Melling logo nas duas primeiras ondas que surfou na terceira bateria do dia. Depois, na abertura da quarta fase, surfou uma onda incrivelmente bem e ganhou a maior nota do dia, 9,63, para superar Kelly Slater e Josh Kerr na batalha pela primeira vaga direta para as quartas de final.

Filipe Toledo, com seus apenas 19 anos de idade, mostrou que não quer largar a lycra amarela de número 1 do mundo tão cedo. Ele usou o seu arsenal de aéreos mais uma vez e a grande variedade de manobras executadas sempre com pressão sem perder velocidade, para fazer o maior placar do Rip Curl Pro Bells Beach com notas 9,00 e 9,57 nas duas melhores ondas surfadas contra o havaiano Sebastian Zietz no penúltimo confronto da terceira fase. O recorde foi estabelecido numa direita com ótima formação, que abriu uma longa parede para ele atacar toda a parte funcional da onda até a areia. Os juízes deram nota 9,57 para ele sacramentar a vitória por 18,57 a 15,10 pontos.


A condição do mar variou bastante durante o dia e com grande intervalo entre as séries para dificultar ainda mais a atuação dos competidores. Algumas baterias foram disputadas com boas ondas para os dois competidores, como a de Filipe Toledo. Em outras faltaram ondas, como a do campeão mundial Gabriel Medina, que entrou na pior hora do mar, quando estava em transformação com mudança de maré e longas calmarias. O havaiano Mason Ho pegou logo a sua primeira, enquanto Medina só achou uma na segunda metade da bateria. As poucas ondas ainda fechavam rapidamente e Medina conseguiu uma que abriu um pouco mais para fazer três manobras e vencer com o placar mais baixo do dia, 10,00 a 8,10 pontos.

O campeão mundial também não se achou no mar no confronto com dois locais australianos na quarta fase e terminou em último na bateria. A briga pela segunda vaga para as quartas de final ficou entre Joel Parkinson e Owen Wright, que levou a melhor por uma pequena vantagem de 15,97 a 15,70 pontos. Além de Slater, Parkinson e Medina, mais um campeão mundial não conseguiu aproveitar a primeira chance de classificação para as quartas de final e terá que disputar a quinta fase. Também por uma pequena diferença, Mick Fanning foi batido pelo sul-africano Jordy Smith por 15,97 a 15,17 e vai enfrentar Jadson André no terceiro duelo da terça-feira.


Vitória tática - O potiguar, Jadson André despachou o experiente Taj Burrow, vice-campeão do Rip Curl Pro Bells Beach na final do ano passado contra Mick Fanning, com uma vitória tática na terceira fase. O australiano era o recordista do campeonato, com os 17,27 pontos que totalizou na segunda fase disputada no Domingo de Páscoa. Apesar de bem mais jovem, Jadson usou muito bem o regulamento a seu favor. Ele construiu uma boa vantagem com notas 6,67 e 7,20, mas Burrow conseguiu uma nota 7,00 e Jadson foi inteligente ao partir para perto do australiano nos minutos finais, pois a prioridade de escolha era dele. Nos últimos segundos entrou uma boa onda e Taj Burrow entrou nela porque tinha potencial de virada, mas Jadson também dropou e foi marcada a "interferência" para o australiano, com o brasileiro vencendo por 13,87 a 7,00 pontos.


Depois, ele competiu junto com Filipe Toledo no confronto que fechou a segunda-feira, quando o mar já estava bem mais difícil, com ondas menores e poucas séries para dividir entre três competidores. Foi outra bateria definida por uma pequena diferença e o líder do ranking usou mais uma vez os aéreos para conquistar a última vaga direta para as quartas de final. Filipe totalizou 13,47 pontos para superar os 13,17 do francês Jeremy Flores, com Jadson ficando em terceiro lugar com 11,90. Como terminou em último, o potiguar agora vai ter que encarar o defensor do título do Rip Curl Pro Bells Beach, o tricampeão mundial Mick Fanning.

Quartas de final femininas - No Rip Curl Women´s Pro também já foram definidas as quatro primeiras classificadas para as quartas de final. Nos últimos confrontos do Domingo de Páscoa em Bells Beach, a australiana Sally Fitzgibbons e a havaiana Carissa Moore, que defende a liderança do ranking e o título desta etapa, conquistaram as primeiras vagas. Carissa ganhou a última bateria do dia por 18,50 pontos e a brasileira Silvana Lima ficou em último nessa. A terceira rodada feminina terminou na segunda-feira, com a hexacampeã mundial Stephanie Gilmore e a havaiana Coco Ho, também passando direto para as quartas de final.

As adversárias delas serão conhecidas nos duelos das perdedoras da terceira fase. Silvana Lima está na primeira bateria com a norte-americana Lakey Peterson e a vencedora irá enfrentar a australiana Sally Fitzgibbons. Foi contra Sally que Silvana conseguiu tirar as duas únicas notas 10 do ano entre as meninas. A primeira foi na Gold Coast e a outra quando elas estrearam em Bells Beach, só que a australiana ainda venceu a bateria desta vez, forçando a cearense a passar pela segunda fase do Rip Curl Women´s Pro.

O Rip Curl Pro Bells Beach está sendo transmitido ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pela Fox Sports para a Austrália, com coberturas especiais também pelo MCS Extreme na França, EDGE Sports na China, Coréia do Sul, Malásia e outros territórios, com a TV Globo sendo a nova parceira da World Surf League no Brasil.


QUARTAS DE FINAL DO RIP CURL PRO BELLS BEACH - 5.o lugar com 5.200 pontos:
1.a: Adriano de Souza (BRA) x vencedor da 1.a bateria da Quinta Fase
2.a: Owen Wright (AUS) x vencedor da 2.a bateria da Quinta Fase
3.a: Jordy Smith (AFR) x vencedor da 3.a bateria da Quinta Fase
4.a: Filipe Toledo (BRA) x vencedor da 4.a bateria da Quinta Fase

QUINTA FASE - Vitória=Quartas de Final / Derrota=9.o lugar com 4.000 pontos:
1.a: Gabriel Medina (BRA) x Kelly Slater (EUA)
2.a: Joel Parkinson (AUS) x Josh Kerr (AUS)
3.a: Mick Fanning (AUS) x Jadson André (BRA)
4.a: Nat Young (EUA) x Jeremy Flores (FRA)

QUARTAS DE FINAL DO RIP CURL WOMEN´S PRO - 5.o lugar com 5.200 pontos:
1.a: Sally Fitzgibbons (AUS) x vencedora da 1.a bateria da Quarta Fase
2.a: Carissa Moore (HAV) x vencedora da 2.a bateria da Quarta Fase
3.a: Stephanie Gilmore (AUS) x vencedora da 3.a bateria da Quarta Fase
4.a: Coco Ho (HAV) x vencedora da 4.a bateria da Quarta Fase

QUARTA FASE - Vitória=Quartas de Final / Derrota=9.o lugar com 3.300 pontos:
1.a: Lakey Peterson (EUA) x Silvana Lima (BRA)
2.a: Johanne Defay (FRA) x Alessa Quizon (HAV)
3.a: Bianca Buitendag (AFR) x Tyler Wright (AUS)
4.a: Courtney Conlogue (EUA) x Tatiana Weston-Webb (HAV)

RESULTADOS DA SEGUNDA-FEIRA NO RIP CURL PRO BELLS BEACH:

QUARTA FASE MASCULINA - Vitória=Quartas de Final / 2.o e 3.o=Quinta Fase:
1.a: 1-Adriano de Souza (BRA)=17.46, 2-Kelly Slater (EUA)=15.93, 3-Josh Kerr (AUS)=12.43
2.a: 1-Owen Wrigh (AUS)=15.97, 2-Joel Parkinson (AUS)=15.70, 3-Gabriel Medina (BRA)=11.96
3.a: 1-Jordy Smith (AFR)=15.97, 2-Mick Fanning (AUS)=15.17, 3-Nat Young (EUA)=13.96
4.a: 1-Filipe Toledo (BRA)=13.47, 2-Jeremy Flores (FRA)=13.17, 3-Jadson André (BRA)=11.90

TERCEIRA FASE - Derrota=13.o lugar com 1.750 pontos e US$ 10.500 de prêmio:
1.a: Kelly Slater (EUA) 16.90 x 14.33 Keanu Asing (HAV)
2.a: Josh Kerr (AUS) 14.93 x 14.00 Fredrick Patacchia (HAV)
3.a: Adriano de Souza (BRA) 15.67 x 13.44 Adam Melling (AUS)
4.a: Joel Parkinson (AUS) 14.84 x 13.00 Matt Banting (AUS)
5.a: Owen Wright (AUS) 16.10 x 14.76 Kolohe Andino (EUA)
6.a: Gabriel Medina (BRA) 10.00 x 8.10 Mason Ho (HAV)
7.a: Mick Fanning (AUS) 16.84 x 13.46 Brett Simpson (EUA)
8.a: Nat Young (EUA) 14.37 x 12.73 Julian Wilson (AUS)
9.a: Jordy Smith (AFR) 14.03 x 7.90 Matt Wilkinson (AUS)
10: Jadson André (BRA) 13.87 x 7.00 Taj Burrow (AUS)
11: Filipe Toledo (BRA) 18.57 x 15.10 Sebastian Zietz (HAV)
12: Jeremy Flores (FRA) 11.00 x 10.76 John John Florence (HAV)

TERCEIRA FASE FEMININA - Vitória=Quartas de Final / 2.a e 3.a=Quarta Fase:
---------------baterias que fecharam o domingo:
1.a: 1-Sally Fitzgibbons (AUS)=16.17, 2-Lakey Peterson (EUA)=16.04, 3-Alessa Quizon (HAV)=12.36
2.a: 1-Carissa Moore (HAV)=18.50, 2-Johanne Defay (FRA)=12.37, 3-Silvana Lima (BRA)=9.40
---------------baterias que abriram a segunda-feira:
3.a: 1-Stephanie Gilmore (AUS)=18.37, 2-Bianca Buitendag (AFR)=8.67, 3-Tatiana Weston-Webb (HAV)=5.03
4.a: 1-Coco Ho (HAV)=13.97, 2-Courtney Conlogue (EUA)=13.77, 3-Tyler Wright (AUS)=13.74



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad