» » O´Neill SP Prime começa nesta segunda na Praia de Maresias

Gabriel Medina é a principal atração entre os 96 surfistas de 20 países que vão participar da etapa do ASP World Prime que fecha a "perna brasileira" de fim de ano da ASP South America em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo.

Colaboração de texto: João Carvalho/ASP SouthAmerica
Colaboração de foto: ASP

Com a boa previsão de ondas para o início da semana no litoral norte de São Paulo, o O`Neill SP Prime apresentado pelo Guaraná Antarctica deve começar logo no primeiro dia do seu prazo, nesta segunda-feira na Praia de Maresias, em São Sebastião. A grande atração do evento que fecha a "perna brasileira" de fim de ano da ASP South America é o líder do ranking mundial, Gabriel Medina, que vai competir em casa por morar em Maresias e está escalado para estrear na 12ª bateria. Surfistas de vinte países vão disputar este prêmio na praia mais badalada do litoral paulista, quinze deles da atual elite do ASP World Tour.

As etapas do ASP Prime são limitadas para 96 competidores divididos nas 24 baterias da primeira fase e todos recebem um mínimo de 750 dólares pela participação. Já a vitória vale 40 mil dólares e decisivos 6.500 pontos na disputa pelas dez vagas do ASP Qualification Series para o WCT do ano que vem. Os primeiros adversários de Gabriel Medina serão o havaiano Kiron Jabour e mais dois brasileiros, o paulista Magno Pacheco que compete como convidado dos organizadores e o potiguar Italo Ferreira.

Na semana passada em Portugal, Italo quase repetiu o título mundial Pro Junior da ASP conquistado por Gabriel Medina no ano passado, mas acabou perdendo a decisão para o português Vasco Ribeiro e terminou como vice-campeão. O potiguar de Baía Formosa é um dos cinco brasileiros que estão na lista dos dez que se classificam para disputar o título mundial no World Championship Tour 2015. Os outros são os paulistas Wiggolly Dantas e Jessé Mendes e os catarinenses Tomas Hermes e Willian Cardoso. Destes, somente Wiggolly Dantas já está garantido como novidade do Brasil para o ano que vem.

Estrelas do WCT - O O´Neill SP Prime promete disputas emocionantes em alto nível técnico, pois quase a metade do atual grupo dos top-34 do ASP World Tour vai competir em Maresias, quinze no total. Seriam dezesseis se Adriano de Souza não tivesse contundido o joelho no WCT de Portugal. Com isso, Mineirinho teve que cancelar a sua participação nas três provas da "perna brasileira". O primeiro a se apresentar em Maresias será o potiguar Jadson André, que lidera o ranking do ASP Qualification Series e foi escalado na bateria que vai abrir o campeonato, junto com o português Frederico Morais, o norte-americano Dillon Perillo e o uruguaio Marco Giorgi. Os dois primeiros colocados de cada confronto avançam para a segunda fase da competição.

A próxima estrela da elite mundial entra na quarta bateria do O´Neill SP Prime, o australiano Dion Atkinson. Depois tem o espanhol Aritz Aranburu na quinta, os australianos Julian Wilson na oitava e Mitch Crews na nona, o norte-americano Brett Simpson na décima, Gabriel Medina na 12.a, o também paulista Miguel Pupo na 13.a, o francês Jeremy Flores na 15.a, o catarinense Alejo Muniz na 16.a, o australiano Matt Wilkinson na 17.a, o havaiano Sebastian Zietz na vigésima, o português Tiago Pires na 21.a, o carioca Raoni Monteiro na 22.a e o paulista Filipe Toledo na 24.a e última bateria da primeira fase.

Vinte Países - Os estrangeiros são maioria entre os 96 concorrentes ao título do O´Neill SP Prime, 68 contra 28 brasileiros. O maior pelotão vem da Austrália, com dezenove participantes, seguido pelos Estados Unidos com onze, Havaí com oito, Portugal com cinco, França com quatro e Espanha com três. Cinco nações terão dois desafiantes ao título na Praia de Maresias, África do Sul, Japão, Nova Zelândia, Argentina e Costa Rica. Outros oito países serão representados por um surfista, Itália, Uruguai, Porto Rico, Marrocos, Taiti, Ilhas Canárias, Ilha Reunião e Guadalupe.

O O`Neill SP Prime marca o retorno da cidade de São Sebastião ao cenário internacional. As ondas de Maresias são apontadas por muitos surfistas como os melhores tubos do Brasil, quando entram ondulações de Sul/Sudeste com vento Leste. A praia mais badalada do litoral paulista já sediou cinco etapas do Circuito Mundial da ASP (Association of Surfing Professionals). A primeira foi em 1993, quando Gabriel Medina ainda nem tinha nascido, a segunda só aconteceu em 1999, a terceira em 2000, a quarta em 2005 e a última em 2010, todas elas vencidas por surfistas brasileiros. Mas, nenhuma foi tão importante como a deste ano com status "Prime", que vai dividir 250 mil dólares entre os 96 participantes.

Coletiva de imprensa - Também na segunda-feira será realizada uma Coletiva de Imprensa com a presença de Gabriel Medina, que está na batalha para conquistar o primeiro título mundial da história do surfe brasileiro, além de outras estrelas do WCT, os também paulistas Miguel Pupo e Filipe Toledo, o australiano Julian Wilson e o norte-americano Brett Simpson, estarão atendendo os jornalistas. A Coletiva de Imprensa está marcada para as 16h00 no Hotel Pousada Tambayba em Maresias, mas este horário pode ser alterado para após o término da competição na segunda-feira, caso o O´Neill SP Prime seja iniciado no primeiro dia.

Festas e Shows - Além das disputas por pontos decisivos na corrida pelas vagas no WCT de 2015, a etapa mais importante da "perna brasileira de fim de ano" da ASP South America também programou várias atrações para o público que deve lotar a Praia de Maresias para assistir os melhores surfistas do mundo. A Festa de Abertura já aconteceu no sábado, 1.o de novembro, no Morocco Bar e no próximo sábado o agito começa na praia mesmo, com um Festival de Música aberto ao público no final de tarde logo após o encerramento da competição, com a banda CPM 22 como principal atração. Depois, à noite, tem a Festa de Encerramento no Sirena Club.

Sobre a O´Neill - A marca O´Neill foi criada em 1952 na Califórnia, Estados Unidos, pelo jovem surfista na época, Jack O´Neill, no seu desejo de estender suas sessões de surfe nas águas geladas do norte da Califórnia. Pioneira na produção de roupas de neoprene (wetsuit) no mundo, a primeira loja O´Neill foi aberta na garagem da casa de Jack. Foi ele quem também inventou as cordinhas para amarrar as pranchas na perna e até a primeira bermuda sem costura especialmente para os surfistas. A marca hoje pode ser encontrada em 85 países e a O´Neill já chegou a promover uma série de etapas do Circuito Mundial WQS pelos mares mais gelados do mundo, como no Canadá, Nova Zelândia, Escócia, mas o O´Neill SP Prime na Praia de Maresias será o primeiro grande evento da marca no Brasil.

Apresentado pelo Guaraná Antarctica, o O´Neill SP Prime será realizado com patrocínio da Gillette Body, do Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, e da SABESP, além do importante apoio da Prefeitura Municipal de São Sebastião, Federação Paulista de Surf, Associação de Surf da Grande São Paulo, Associação de Surf de São Sebastião e Associação de Surf de Maresias. A Revista Fluir, o site Waves, o canal ESPN Brasil e a Rádio 89 FM, são os parceiros de mídia do evento homologado pela ASP South America como a sexta das oito etapas com status Prime do ASP Qualification Series 2014.



PRIMEIRA FASE DO O´NEILL SP PRIME - 3.o=49.o lugar (US$ 1.000 e 400 pts) / 4.o=73.o lugar ($ 750 e 380 pts):
1.a: Jadson André (BRA), Frederico Morais (PRT), Dillon Perillo (EUA), Marco Giorgi (URU)
2.a: Mitch Coleborn (AUS), Jonathan Gonzalez (CNY), Thomas Woods (AUS), Gavin Gillette (HAV)
3.a: Matt Banting (AUS), Beyrick De Vries (AFR), Nic Von Rupp (PRT), Connor O´Leary (AUS)
4.a: Dion Atkinson (AUS), Conner Coffin (EUA), Garrett Parkes (AUS), David Van Zyl (AFR)
5.a: Aritz Aranburu (ESP), Billy Stairmand (NZL), Torrey Meister (HAV), Cahill Bell-Warren (AUS)
6.a: Wiggolly Dantas (BRA), Stu Kennedy (AUS), Jean da Silva (BRA), Ian Gouveia (BRA)
7.a: Patrick Gudauskas (EUA), Marc Lacomare (FRA), Vasco Ribeiro (PRT), Cory Arrambide (EUA)
8.a: Julian Wilson (AUS), Michael Dunphy (EUA), Davey Cathels (AUS), Medi Veminardi (REU)
9.a: Mitch Crews (AUS), Joan Duru (FRA), Alex Ribeiro (BRA), Deivid Silva (BRA)
10: Brett Simpson (EUA), Peterson Crisanto (BRA), Gony Zubizarreta (ESP), Lincoln Taylor (AUS)
11: Yadin Nicol (AUS), Maxime Huscenot (FRA), Brent Dorrington (AUS), Leandro Usuna (ARG)
12: Gabriel Medina (BRA), Kiron Jabour (HAV), Italo Ferreira (BRA), Magno Pacheco (BRA)
13: Miguel Pupo (BRA), Ramzi Boukhiam (MAR), Nathan Hedge (AUS), Igor Moraes (BRA)
14: Tim Reyes (EUA), Keanu Asing (HAV), Evan Geiselman (EUA), Michael Rodrigues (BRA)
15: Jeremy Flores (FRA), Ricardo Christie (NZL), Perth Standlick (AUS), Bino Lopes (BRA)
16: Alejo Muniz (BRA), Caio Ibelli (BRA), Marco Fernandez (BRA), Victor Bernardo (BRA)
17: Matt Wilkinson (AUS), Dusty Payne (HAV), Heitor Alves (BRA), Lucas Silveira (BRA)
18: Willian Cardoso (BRA), Carlos Munoz (CRI), Marlon Lipke (PRT), Luke Davis (EUA)
19: Tomas Hermes (BRA), Tanner Gudauskas (EUA), Hizunomê Bettero (BRA), Steven Pierson (TAH)
20: Sebastian Zietz (HAV), Krystian Kymerson (BRA), David do Carmo (BRA), Hiroto Arai (JPN)
21: Tiago Pires (PRT), Ezekiel Lau (HAV), Santiago Muniz (ARG), Noe Mar McGonagle (CRI)
22: Raoni Monteiro (BRA), Granger Larsen (HAV), Brian Toth (PRI), Leonardo Fioravanti (ITA)
23: Jessé Mendes (BRA), Charles Martin (GLP), Vicente Romero (ESP), Hiroto Ohhara (JPN)
24: Filipe Toledo (BRA), Jay Thompson (AUS), Jack Freestone (AUS), Kanoa Igarashi (EUA)


Sobre os autores:

Gabriella Simões fez Fotografia Digital no Sesc e é associada a Arfoc/Brasil através da Arfoc/BA. Miguel Brusell é formado em Comunicação Social na UFBA, tem pós em Gestão de Informações para Multimeios na FTC e bloga desde 2003.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar