» » Surf Eco prossegue com o masculino em Itacaré

As ondas melhoraram na terça-feira para realizar mais dezesseis baterias da categoria masculina da etapa do ASP 4-Star apresentada pela Skol na Cidade do Surf do litoral sul da Bahia.

Colaboração de texto: João Carvalho/ASP SouthAmerica
Colaboração de foto: Fabriciano Jr./Dendê

A terça-feira amanheceu com céu nublado em Itacaré, mas o Sol saiu ainda pela manhã para mais um dia de calor e com ondas melhores do que no primeiro dia, com séries mais constantes de 2-3 pés na Praia da Tiririca para realizar mais dezesseis baterias do ASP 4-Star Mahalo Surf Eco Festival na "Cidade do Surf" do litoral sul da Bahia. Os recordes do baiano Alandreson Martins na segunda-feira foram batidos na segunda fase da competição pelos 16,60 pontos do peruano Lucca Mesinas Novaro e pelo brasileiro Samuel Igo, que acertou o difícil aéreo "kerrupt flip" para igualar a maior nota do campeonato - 8,75 - e vencer a sua bateria. Nesta quarta-feira, será iniciada a categoria feminina e a masculina pode continuar já com a estreia dos 32 cabeças de chave mais bem colocados no ranking mundial na terceira fase.

"Caramba, eu nem sabia que tinha tirado a maior nota do evento, muito legal saber disso", disse Samuel Igo. "Eu estava mau na bateria, precisando de notas, então resolvi dar uma afastada dos outros competidores para poder pegar uma esquerdinha. Nas baterias mais cedo eu tinha visto o próprio paraibano Elivelton (Santos) dando um "kerrupt" numa esquerda e vi que os juízes valorizaram a nota. Essa é uma manobra que sempre treino, está no pé, então resolvi arriscar e deu certo. Estou muito feliz porque preciso de resultados para somar pontos no ranking para poder correr as principais etapas do Circuito Mundial no ano que vem".

Antes de Samuel Igo mandar o "kerrupt flip", o também paraibano Elivelton Santos já havia completado essa manobra que poucos surfistas no mundo arriscam em competições. Com o aéreo, Samuel Igo ganhou a primeira posição na bateria do taitiano Mihimana Braye, com ambos despachando o argentino Facundo Arreyes e o paranaense Caetano Vargas. A nota 8,75 de Samuel Igo e do baiano Alandreson Martins ainda foi igualada mais uma vez pelo paulista Gabriel André com um aéreo-reverse no último confronto do dia.

Seis vitórias estrangeiras - Os brasileiros venceram a maioria das baterias e conquistaram o maior número de vagas para a terceira fase na terça-feira, mas alguns gringos também surfaram bem as ondas da Praia da Tiririca. Dos treze que competiram no segundo dia, oito se classificaram com seis deles vencendo suas baterias. A segunda fase já começou com o japonês Reo Inaba passando em primeiro lugar com o baiano Erick Moraes em segundo. Já Dimitri Ouvre, da Ilha Guadalupe, derrotou três brasileiros, assim como o novo recordista de pontos, Lucca Mesinas Novaro, do Peru. Na disputa seguinte, o destaque do primeiro dia, Rafael Pereira, da Venezuela, passou em segundo no confronto vencido pelo australiano Teale Vanner, com ambos despachando o japonês Nobuyuki Osawa e o brasileiro Gustavo Ramos.

"As ondas estão um pouco difíceis, mas se tiver paciência você vai conseguir pegar algumas boas para fazer as manobras", disse o australiano Teale Vanner. "É a primeira vez que eu venho ao Brasil, é um lugar especial com muitos bons surfistas, como o (Gabriel) Medina que eu venho sempre assistindo e tantos outros. Eu gostei bastante desta cidade, bem pacata, é muito legal passear pelas ruas, as pessoas daqui são muito alegres e parecem gostar do nosso esporte porque estão sempre aqui na praia assistindo o campeonato".

As outras vitórias estrangeiras foram conquistadas pelo norte-americano Nic Hdez e pelo francês Tristan Guilbaud, que também só enfrentaram brasileiros em suas baterias. Guilbaud participou do confronto em que o surfista local de Itacaré, Alandreson Martins, cometeu uma interferência no último minuto sobre Jihad Khodr e acabou eliminado pelo paranaense. O outro gringo que se classificou foi o taitiano Mihimana Braye na bateria que Samuel Igo acertou o aéreo "kerrupt flip" para passar em primeiro lugar.

"As ondas estão um pouco fracas, pequenas, mas com boa formação principalmente para os aéreos", disse o norte-americano Nic Hdez, após derrotar os brasileiros Danilo Costa e Daniel Silva na sétima bateria da segunda fase. "É a primeira vez que eu surfo aqui nesta praia e não tenho muita experiência nesse tipo de mar, mas estou gostando daqui, a cidade é bem legal, com muita mata, muita Natureza e parece que é um lugar que dá boas ondas, então espero que elas melhorem nos próximos dias".

Finalistas de 2013 - Depois de duas rodadas de dezesseis baterias, chegou a hora das principais estrelas do Mahalo Surf Eco Festival se apresentarem na Praia da Tiririca. Entre os 32 cabeças de chave está o defensor do título, o pernambucano Halley Batista, na penúltima bateria da terceira fase. Ele ainda não competiu, mas o vice-campeão do ano passado, Alan Jhones, estreou com vitória na segunda-feira e o potiguar já passou para a rodada dos cabeças de chave com o aéreo que acertou na onda que surfou nos minutos finais da sua bateria, vencida pelo baiano Aurelio Santana. Os dois despacharam mais dois gringos na terça-feira, o francês William Aliotti e o argentino Lucas Santamaria.

"Eu nem acreditei que ia conseguir a virada naquele aéreo e até saí triste do mar porque aqui em Itacaré sempre consigo bons resultados e não gostaria de sair na segunda fase, então fiquei muito feliz quando ouvi que a nota foi suficiente para eu passar", disse Alan Jhones, que comentou sobre as condições do mar para competir na terça-feira. "Está difícil. Daqui de fora parece que tá bom o mar, mas lá dentro está difícil de achar as ondas boas. Os atletas também estão todos querendo este título, a briga é boa em todas as baterias e espero repetir o bom resultado que consegui aqui no ano passado".

Festival de música - Desde 2008, o Mahalo Surf Eco Festival é encerrado com um grande festival de música. Nos shows já brilharam diversas bandas de âmbito nacional, local e municipal. E o casamento entre surfe e música se repete em 2014, quando o Festival leva para o palco em Itacaré, no sábado dia 1º de novembro, em uma arena montada na entrada da cidade especialmente para esta finalidade, as bandas O Rappa, Ponto de Equilíbrio, Strike e Massa Sonora.

Ecologia no Surf Eco Festival - Além de esporte e música, a Dendê Produções realiza todos os anos durante o evento, uma série de atividades voltadas para a Ecologia. Em 2014 não será diferente. O Mahalo Surf Eco Festival será o primeiro evento de surfe do mundo que terá a utilização de energia solar. Uma grande estrutura será montada para a captação desta energia, que será usada em prol do próprio espetáculo. Além disso, como parte do Programa Socioambiental apoiado pela Petrobras, o Mahalo Surf Eco Festival prepara uma extensa programação com diversas ações como palestras, exposições, exibição de filmes, entre outros.

O Skol apresenta o Mahalo Surf Eco Festival é realizado pela Dendê Produções com o patrocínio da Petrobras, da Bahiatursa e da Prefeitura Municipal de Itacaré. O evento homologado pela ASP South America como 28.a etapa do ASP Qualification Series 2014 oferece premiação de 95 mil dólares para a categoria masculina e 30 mil dólares para a feminina, com as vitórias valendo 1.000 pontos para o ranking mundial e sul-americano.

TERCEIRA FASE - Round of 64 - entrada dos 32 cabeças de chave - melhores do ranking mundial:
--------------3.o=33.o lugar (US$ 800 e 178 pontos) / 4.o=49.o lugar (US$ 700 e 100 pontos):
1.a: Jay Thompson (AUS) e Pedro Henrique (BRA), Reo Inaba (JPN), Saulo Barros (BRA)
2.a: Bino Lopes (BRA) e Adrien Toyon (FRA), Yago Dora (BRA), Erick Moraes (BRA)
3.a: Michael Rodrigues (BRA) e Oney Anwar (IDN), Ricardo Ferreira, Bruno Rodrigues (BRA)
4.a: Kiron Jabour (HAV) e Rafael Teixeira (BRA), Dimitri Ouvre (GLP), Ygor Arakaki (BRA)
5.a: Marco Fernandez (BRA) e Luel Felipe (BRA), Lucca Mesinas Novaro (PER), Rafael Pereira (VEN)
6.a: Alex Ribeiro (BRA) e Francisco Bellorin (VEN), Teale Vanner (AUS), Artur Silva (BRA)
7.a: Ian Gouveia (BRA) e Connor O´Leary (AUS), Nic Hdez (EUA), David do Carmo (BRA)
8.a: Willian Cardoso (BRA) e Davi Silva (BRA), Gabriel Farias (BRA), Danilo Costa (BRA)
9.a: Jessé Mendes (BRA) e Yagê Araujo (BRA), Samuel Igo (BRA), Alan Jhones (BRA)
10: Alan Donato (BRA) e Kaito Ohashi (JPN), Aurelio Santana (BRA), Mihimana Braye (TAH)
11: Heitor Alves (BRA) e Flavio Nakagima (BRA), Franklin Serpa (BRA), Jihad Khodr (BRA)
12: Hizunomê Bettero (BRA) e Cahill Bell-Warren (AUS), Tristan Guilbaud (FRA), Alex Lima (BRA)
13: Jack Freestone (AUS) e Jano Belo (BRA), Renato Galvão (BRA), Rudá Carvalho (BRA)
14: Brent Dorrington (AUS) e Sidney Guimarães (BRA), Gabriel André (BRA), Igor Moraes (BRA)
15: Matt-Lewis Hewitt (NZL) e Halley Batista (BRA),
16: Krystian Kymerson (BRA) e Paul Cesar Distinguin (FRA),

SEGUNDA FASE - Round of 96 - 3.o=65.o lugar (75 pts) / 4.o=81.o lugar (42 pts):
-----------até a 14.a bateria na terça-feira:
1.a: 1-Reo Inaba (JPN), 2-Erick Moraes (BRA), 3-Bruno Galini (BRA), 4-Nicholas Carvalho (BRA)
2.a: 1-Yago Dora (BRA), 2-Saulo Barros (BRA), 3-Iago Silva (BRA), 4-Alcides Lopes (BRA)
3.a: 1-Ricardo Ferreira (BRA), 2-Ygor Arakaki (BRA), 3-Pablo Paulino (BRA), 4-Irivan Junior (BRA)
4.a: 1-Dimitri Ouvre (GLP), 2-Bruno Rodrigues (BRA), 3-Luan Carvalho (BRA), 4-Rhamon Austin (BRA)
5.a: 1-Lucca Mesinas Novaro (PER), 2-Artur Silva (BRA), 3-Robson Santos (BRA), 4-Bruno Andrade (BRA)
6.a: 1-Teale Vanner (AUS), 2-Rafael Pereira (VEN), 3-Nobuyuki Osawa (JPN), 4-Gustavo Ramos (BRA)
7.a: 1-Nic Hdez (EUA), 2-Danilo Costa (BRA), 3-Daniel Silva (BRA), w.o-Ian Crane (EUA)
8.a: 1-Gabriel Farias (BRA), 2-David do Carmo (BRA), 3-Adilton Mariano (BRA), 4-Jorge Darze (BRA)
9.a: 1-Samuel Igo (BRA), 2-Mihimana Braye (TAH), 3-Facundo Arreyes (ARG), 4-Caetano Vargas (BRA)
10: 1-Aurelio Santana (BRA), 2-Alan Jhones (BRA), 3-William Aliotti (FRA), 4-Lucas Santamaria (ARG)
11: 1-Franklin Serpa (BRA), 2-Alex Lima (BRA), 3-Jeverson Duarte (BRA), 4-Thiago Guimarães (BRA)
12: 1-Tristan Guilbaud (FRA), 2-Jihad Khodr (BRA), 3-Alandreson Martins (BRA), 4-Cainã Barletta (BRA)
13: 1-Renato Galvão (BRA), 2-Igor Moraes (BRA), 3-Raphael Seixas (BRA), 4-José Junior (BRA)
14: 1-Gabriel André (BRA), 2-Rudá Carvalho (BRA), 3-Ricardo dos Santos (BRA), 4-Igor Farias (BRA)
-----------ficaram para abrir a quarta-feira:
15: Wesley Santos (BRA) e Nicolas Vargas (CHL), Leo Andrade (BRA), Victor Mendes (BRA)
16: Victor Bernardo (BRA) e Paulo Moura (BRA), Elivelton Santos (BRA), Willy Correa (BRA)

PRIMEIRA FASE - Round of 128 - 3.o=97.o lugar (32 pontos) / 4.o=113.o lugar (13 pontos):
-----------baterias que abriram a terça-feira:
15: 1-Leo Andrade (BRA), 2-Willy Correa (BRA), 3-Bruno Costa (BRA), 4-Leandro Prado (BRA)
16: 1-Elivelton Santos (BRA), 2-Victor Mendes (BRA), 3-Michel Roque (BRA), w.o-Aurelio Prieto (EQU)
-----------resultados da segunda-feira:
1ª: 1-Erick Moraes (BRA), 2-Iago Silva (BRA), 3-Bruno Moraes (BRA), 4-Jonathan Pereira (BRA)
2ª: Saulo Barros (BRA) e Nicholas Carvalho (BRA), w.o-David do Carmo (BRA)
3ª: 1-Ricardo Ferreira (BRA), 2-Rhamon Austin (BRA), 3-Kallebe Kymerson (BRA)
4ª: 1-Luan Carvalho (BRA), 2-Irivan Junior (BRA), 3-Marco Aurelio (BRA)
5ª: 1-Artur Silva (BRA), 2-Gustavo Ramos (BRA), 3-Marinho Lima (BRA), 4-Wallace Sampaio (BRA)
6ª: 1-Rafael Pereira (VNZ), 2-Bruno de Andrade Maia (BRA), 3-Tomas Lopez Moreno (ARG)
7ª: Danilo Costa (BRA) e Jorge Darzé Neto (BRA), w.o-Cauê Wood (BRA)
8ª: 1-Adilton Mariano (BRA), 2-Daniel Silva (BRA), 3-Mariano Arreyes (ARG), w.o-Brandon Todd (EUA)
9ª: 1-Samuel Igo (BRA), 2-Aurelio Santana (BRA), 3-Luan Medeiros (BRA), 4-Wellington Carane (BRA)
10: 1-Alan Jhones (BRA), 2-Facundo Arreyes (ARG), 3-Jackson da Silva (BRA)
11: 1-Jeverson Duarte (BRA), 2-Cainã Barletta (BRA), 3-Saul Senna (BRA)
12: 1-Alandreson Martins (BRA), 2-Alex Lima (BRA), 3-Cesar Aguiar (BRA)
13: 1-Renato Galvão (BRA), 2-Igor Farias (BRA), 3-Weslley Dantas (BRA)
14: 1-Gabriel André (BRA), 2-José Junior (BRA), 3-Kecio Music (BRA), 4-Giuliano Arreyes (ARG)



Sobre os autores:

Gabriella Simões fez Fotografia Digital no Sesc e é associada a Arfoc/Brasil através da Arfoc/BA. Miguel Brusell é formado em Comunicação Social na UFBA, tem pós em Gestão de Informações para Multimeios na FTC e bloga desde 2003.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar