» » Oceano Santa Catarina Pro é adiado também nesta segunda

O vento sul continuou atuando na Praia da Joaquina e a continuação da última etapa feminina com nível 5 estrelas do ano foi adiada para as 7 horas da terça-feira em Floripa.


Colaboração de texto: João Carvalho/ASP South America
Colaboração de foto: Daniel Smorigo/ASP

Praia da Joaquina, Florianópolis / SC (Segunda-feira, 20/nov/14) - As condições não mudaram na segunda-feira em Florianópolis, o vento sul continuou atuando forte na formação das ondas na Praia da Joaquina e o Oceano Santa Catarina Pro acabou sendo adiado logo na primeira chamada do dia. Até agora, foram realizadas dez baterias da etapa do ASP 5-Star feminina no sábado e a masculina nem começou, com os 144 surfistas de 21 países ainda aguardando para estrear no último ASP 6-Star de 3.500 pontos do ano no ASP Qualification Series. A comissão técnica volta a se reunir às 7h00 na terça-feira para analisar o mar, mas a competição deve recomeçar com a categoria feminina que precisa ser encerrada até quinta-feira, enquanto o prazo da masculina termina no sábado.

"Preferimos decretar o day-off na primeira chamada, porque já vimos as previsões de que o vento sul não vai parar e a tendência é ele aumentar a intensidade no decorrer do dia", disse Fred Leite, presidente da Federação Catarinense de Surf (FECASURF) que atua como Diretor de Prova no Oceano Santa Catarina Pro. "Marcamos uma nova chamada para as 7h00 na terça-feira e devemos recomeçar com qualquer condição de mar. Nós precisamos de 40 horas para terminar os campeonatos masculino e feminino e está começando a ficar perigoso com esses dois dias sem competições (domingo e segunda-feira), então teremos que começar amanhã para cumprir os prazos".

O especialista em previsão de ondas na Ilha de Santa Catarina, Claudio Sahonero, conhecido como Raposão, fez uma projeção das condições para o decorrer da semana: "Os ventos estão bem definidos de Sul ainda, que sopram maral na Joaca, com a intensidade oscilando entre moderada a forte. Mas, a partir da terça-feira passarão a soprar dentro do quadrante norte/nordeste e a Lua vai trocar para a fase nova em 23 de outubro, o que poderá influenciar nas condições da ondulação. O swell ficará definido de sul/sudeste a partir desta terça-feira e o mar vai esboçar uma nova reação em consequência do deslocamento da frente fria nos próximos dias. O tamanho das ondas até sexta-feira deve oscilar entre 2-4 pés com um período médio de 8 segundos, é o que está indicando as previsões para a semana no momento".

O prazo do Oceano Santa Catarina Pro começou no último sábado e foram realizadas dez baterias da categoria feminina até a entrada do vento sul que paralisou a competição por volta das 13 horas. As havaianas se destacaram nas boas ondas de 2-3 pés e conquistaram três das quatro vagas nas quartas de final já definidas no primeiro dia, com Coco Ho, Alessa Quizon e Tatiana Weston-Webb. A australiana Philippa Anderson completa a lista e as outras quatro finalistas serão conhecidos nas duas baterias da segunda fase que vão abrir o próximo dia de competição na Praia da Joaquina.

As primeiras a entrar no mar serão a australiana Nikki Van Dijk, a brasileira Chantalla Furlanetto, de Florianópolis, a sul-africana Tanika Hoffman e Chelsea Tuach, de Barbabos. Já a líder disparada no ranking do ASP Qualification Series, Silvana Lima, vai disputar as duas últimas vagas para as quartas de final com a também brasileira Nathalie Martins e duas concorrentes diretas para entrar na lista das seis surfistas que o WQS classifica para a elite mundial do WCT feminino, a australiana Keely Andrew e a francesa Pauline Ado.

ASP 6-Star Masculino - No ASP 6-Star masculino do Oceano Santa Catarina Pro, os 144 surfistas de 21 países também podem começar a competir nesta terça-feira na Praia da Joaquina. Um confronto internacional vai abrir a disputa pelo título que vale 25.000 dólares e 3.500 pontos para o ranking do ASP Qualification Series, entre o japonês Masatoshi Ohno, o australiano Cahill Bell-Warren, o argentino Tomas Lopez Moreno e o brasileiro Raphael Seixas, da Paraíba. Na primeira fase, os 96 competidores divididos em 24 baterias disputam classificação para enfrentar os 48 mais bem colocados no ranking mundial que entram como cabeças de chave na segunda fase.

Todos estes confrontos são formados por quatro surfistas, com os dois primeiros colocados avançando para a próxima fase. A maioria dos participantes da última etapa com nível 6 estrelas do ano vem de outros vinte países, 87 contra 57 brasileiros. O maior contingente estrangeiro é dos Estados Unidos com dezessete participantes, seguido pela Austrália (10), Havaí (8), França (8), África do Sul (6), Argentina (5), Portugal (4), Espanha (4), Taiti (4), Japão (4), Nova Zelândia (3), Costa Rica (2), Peru (2), Chile (2), Venezuela (2), Ilha Guadalupe (2), Marrocos (1), Indonésia (1), Uruguai (1) e Ilha Reunião (1).

Sobre a oceano - A Oceano é uma marca de surfwear 100% catarinense, criada em Joinville há 34 anos por um apaixonado pelo esporte desde criança. Hoje, produz peças do vestuário masculino adulto e infantil com matérias primas de qualidade e processos industriais sustentáveis, fazendo reciclagem de produtos e eliminando desperdícios. Por entender que todos devem ter atitudes responsáveis de preservação, a Oceano desenvolve o projeto KOB - Keep the Ocean Blue (Mantenha o Oceano Azul) e sempre apoiou as categorias de base do surfe catarinense. O Oceano Santa Catarina Pro é o primeiro grande evento que patrocina, para projetar ainda mais a marca nacionalmente e até internacionalmente.

O Oceano Santa Catarina Pro é uma realização da Federação Catarinense de Surf (FECASURF), com patrocínio do Governo do Estado de Santa Catarina, através da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte, e da FESPORTE; co-patrocínio da Prefeitura Municipal de Florianópolis e Fundação Municipal de Esportes; apoio da G-Shock, Skull Surf Boards, Ponto Eventos Especiais e Associação de Surf da Joaquina (ASJ), contando ainda com as ações sociais do Projeto KOB (Keep The Ocean Blue) e Surfista Doador e a parceira das ONGs Parceiros do Mar, Mar Brasil e Prancha Ecológica. O Jornal Drop e a Rádio S365 são os parceiros de mídia do evento homologado pela ASP South America como a quarta e última etapa do ASP Qualification Series 2014 com status 6 estrelas. Transmissão ao vivo na internet pelo www.oceanopro.com


Quartas de final do ASP 5-Star Oceano Santa Catarina Pro:
1.a: Coco Ho (HAV) x Tatiana Weston-Webb (HAV)
2.a: Alessa Quizon (HAV) x Philippa Anderson (AUS)
3.a:
4.a:

Segunda fase - 3.a=9.o lugar (US$ 1.000 e 633 pontos) / 4.a=13.o lugar ($ 900 e 554 pontos):
--------------últimas baterias do sábado:
1.a: 1-Coco Ho (HAV), 2-Philippa Anderson (AUS), 3-Jacqueline Silva (BRA), 4-Faye Zoetmulder (AFR)
2.a: 1-Alessa Quizon (HAV), 2-Tatiana Weston-Webb (HAV), 3-Suelen Naraisa (BRA), 4-Lucia Indurain (ARG)
--------------ficaram para abrir a terça-feira:
3.a: Nikki Van Dijk (AUS), Chantalla Furlanetto (BRA), Chelsea Tuach (BRB), Tanika Hoffman (AFR)
4.a: Silvana Lima (BRA), Nathalie Martins (BRA), Pauline Ado (FRA), Keely Andrew (AUS)

Primeira fase do ASP 6-Star Masculino - 3.o=97.o lugar (90 pts) / 4.o=121.o lugar (30 pts):
1.a: Masatoshi Ohno (JPN), Cahill Bell-Warren (AUS), Raphael Seixas (BRA), Tomas Lopez Moreno (ARG)
2.a: Gabriel Villaran (PER), Rodrigo Wazlawick (BRA), Nic Hdez (EUA), Dylan Lightfoot (AFR)
3.a: Nobuyuki Osawa (JPN), Ricardo dos Santos (BRA), Chase Wilson (EUA), Keoni Yan (TAH)
4.a: Halley Batista (BRA), Tanner Hendrickson (HAV), Slade Prestwich (AFR), Deivid Silva (BRA)
5.a: Ruben Gonzalez (PRT), Balaram Stack (EUA), Rafael Pereira (VEN), Alcides Lopes (BRA)
6.a: Manuel Selman (CHL), Lincoln Taylor (AUS), Bruno Galini (BRA), Cainã Barletta (BRA)
7.a: Simão Romão (BRA), Adrien Toyon (FRA), Wellington Carane (BRA), Michael Rodrigues (BRA)
8.a: Pedro Henrique (BRA), Rafael Teixeira (BRA), Thiago Guimarães (BRA), Victor Bernardo (BRA)
9.a: Jihad Khodr (BRA), Franklin Serpa (BRA), Ian Crane (EUA), Noe Mar McGonagle (CRI)
10: Bruno Rodrigues (BRA), Medi Veminardi (REU), Jose Ferreira (PRT), Johnny Noris (EUA)
11: Jean da Silva (BRA), Alon Campestrini (BRA), Miguel Blanco (PRT), Wesley Santos (BRA)
12: Gavin Gillette (HAW), Matt-Lewis Hewitt (NZL), Francisco Bellorin (VEN), Yago Dora (BRA)
13: Hodei Collazo (ESP), Luke Davis (EUA), Luel Felipe (BRA), Lucca Mesinas Novaro (PER)
14: Jay Thompson (AUS), Alan Donato (BRA), Taylor Clark (EUA), Matheus Navarro (BRA)
15: Dusty Payne (HAV), Teale Vanner (AUS), William Aliotti (FRA), Vicente Romero (ESP)
16: Imanol Yeregi (ESP), Kaito Ohashi (JPN), David Van Zyl (AFR), Mihimana Braye (TAH)
17: Tristan Guilbaud (FRA), Ezekiel Lau (HAV), Lucas Santamaria (ARG), Gustavo Ramos (BRA)
18: Robson Santos (BRA), Cory Arrambide (EUA), Paul Cesar Distinguin (FRA), Ygor Arakaki (BRA)
19: Dale Staples (AFR), Kevin Sullivan (HAV), Oney Anwar (IDN), Mariano Arreyes (ARG)
20: Sidney Guimarães (BRA), Marco Giorgi (URU), Tamae Bettero (BRA), Nicolas Vargas (CHL)
21: Paulo Moura (BRA), Leandro Usuna (ARG), Michael February (AFR), Gabriel Farias (BRA)
22: Pablo Paulino (BRA), Flavio Nakagima (BRA), Tom Cloarec (FRA), Vehiatua Prunier (TAH)
23: Caetano Vargas (BRA), Caue Wood (BRA), Jake Halstead (EUA), Reo Inaba (JPN)
24: Jano Belo (BRA), Dimitri Ouvre (GLP), Yuri Gonçalves (BRA), Igor Moraes (BRA)

Segunda fase - entrada dos cabeças de chave - 3.o=49.o lugar (US$ 600 e 250 pts) / 4.o=73.o lugar ($ 500 e 160 pts):
1.a: Wiggolly Dantas (BRA) e Diego Rosa (BRA),
2.a: Kiron Jabour (HAV) e Nathan Hedge (AUS),
3.a: Beyrick De Vries (AFR) e Gony Zubizarreta (ESP),
4.a: Tanner Gudauskas (EUA) e Perth Standlick (AUS),
5.a: Jessé Mendes (BRA) e Connor O´Leary (EUA),
6.a: Billy Stairmand (NZL) e Davey Cathels (AUS),
7.a: Caio Ibelli (BRA) e Heitor Alves (BRA),
8.a: Maxime Huscenot (FRA) e Bino Lopes (BRA),
9.a: Keanu Asing (HAV) e Evan Geiselman (EUA),
10: Peterson Crisanto (BRA) e Alex Ribeiro (BRA),
11: Michael Dunphy (EUA) e Dillon Perillo (EUA),
12: Patrick Gudauskas (EUA) e Brent Dorrington (AUS),
13: Tomas Hermes (BRA) e Lucas Silveira (BRA),
14: Krystian Kymerson (BRA) e Jack Freestone (AUS),
15: Joan Duru (FRA) e Marco Fernandez (BRA),
16: Charles Martin (GLP) e Hizunomê Bettero (BRA),
17: Tim Reyes (EUA) e Ian Gouveia (BRA),
18: Conner Coffin (EUA) e Italo Ferreira (BRA),
19: Ricardo Christie (NZL) e David do Carmo (BRA),
20: Yadin Nicol (AUS) e Steven Pierson (TAH),
21: Marc Lacomare (FRA) e Santiago Muniz (ARG),
22: Carlos Munoz (CRI) e Torrey Meister (HAV),
23: Frederico Morais (PRT) e Ramzi Boukhiam (MAR),
24: Willian Cardoso (BRA) e Luan Wood (BRA)


Sobre os autores:

Gabriella Simões fez Fotografia Digital no Sesc e é associada a Arfoc/Brasil através da Arfoc/BA. Miguel Brusell é formado em Comunicação Social na UFBA, tem pós em Gestão de Informações para Multimeios na FTC e bloga desde 2003.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar