» » Campeonato de Karate Kyokushin tem casa cheia

Foi disputado hoje (4) com um bom número de atletas de público, o primeiro Campeonato Baiano de Karate Kyokushin no Ginásio de Esportes do Instituto Social da Bahia, em Ondina.

.                                                                                                                                    Fotos: Gabriela Simões

]Por: Miguel Brusell
Com a presença do Shihan baiano, Francisco Filho, o evento começou por volta das 11 horas da manha se estendendo com as disputa até às 15 horas. Além do Shihan Francisco, a competição contou com a presença de representantes do interior do Estado e também de outros estados da União tais como Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. Entre os juízes, estava presente o lutador de MMA, Ewerton Teixeira que é ex-atleta do K1, no Japão.

O Shihan baiano, Francisco Filho, um dos responsáveis pelo crescimento do Kyokushin na Bahia gostou do que viu na sua terra Natal. "Estou muito contente com o nível das lutas. É lógico que o pessoal ainda é iniciante, mas mostram muita vontade. Estão de parabéns. Muita aptidão física e esta vontade de vencer que é fundamental. Com o tempo vamos lapidá-los para puder um dia levar eles para o Japão para disputar um campeonato internacional, levando o nome da Bahia", acredita o Shihan.

Quem também gostou do que viu na Bahia foi o presidente da Federação Gaucha de Karate Kyokushin, Henrique Martincorena. "Graças à Deus, o Karate Kyokushin vem experimentando um momento de muito crescimento em todo o Brasil, principalmente na retenção de atletas. Fiz um trabalho na Federação Gaúcha mostrando que entrar aluno na academia não é tão difícil. O grande problema hoje é fazer com que o aluno fique na academia, fazendo as suas graduações. Uma das maneiras é a realização de eventos como estes", afirma o dirigente esportivo.

Colhendo os frutos da boa organização da competição, o sensei Manoel Mascote, presidente da Federação Baiana de Karate Kyokushin Oyama (FBKKO), falou sobre o trabalho. "Foi sacrificante, mas está ai o resultado: o primeiro Campeonato Baiano de Karate Kyokushin. Com fé em quero trabalhar para trazer mais um Brasileiro e, quem sabe, até um Sulamericano para aqui", revela o sensei Mascote.

Após o campeonato, o Shihan Francisco vai ficar por mais uma semana em Salvador para apresentar um novo sistema de treinamento de Kick Boxing, que ele desenvolveu e vem divulgado em um curso de 20 horas que acontece na Academia Edson Carvalho.


O primeiro Campeonato Baiano de Karatê Kiokunshin foi realizada pela Federação Baiana de Karatê Kyokunshi Oyama (FBKKO) em parceria com a Federação Baiana de Jiu Jitsu (FBJJ), Ichigeki Kickboxing e China, com apoio da Alabama.

Sobre os autores:

Gabriella Simões fez Fotografia Digital no Sesc e é associada a Arfoc/Brasil através da Arfoc/BA. Miguel Brusell é formado em Comunicação Social na UFBA, tem pós em Gestão de Informações para Multimeios na FTC e bloga desde 2003.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga